Páginas

terça-feira, novembro 03, 2009

Via Verde: Bromélias: Inocentes ou Culpadas? - III


Nossa discussão sobre as bromélias continua. Como as pesquisas são muitas, vamos dividí-las em quatro partes:

1- Bromélias - Inocentes ou Culpadas?
2- Bromélias - Como cuidar?
3- Bromélias e Meio Ambiente
4- Bromélias - Conclusão
.....
Hoje vamos deixar algumas fotos. A primeira delas veio do 007BONDeblog. Obrigada, amigo, pela divulgação desse debate. Aliás, muito interessante a matéria que ele publicou. Um alerta para esses meses de chuva. Veja seu post, na íntegra, em Mais informações.

Bromélias - Foto do post de 007BOND

A segunda foto foi de uma pesquisa feita pelo companheiro Djabal. Veja também em Mais informações o link da foto, bem como seu comentário.

Foto do site da Wikipedia

 Estas abaixo são algumas das muitas fotos que há no site da Sociedade Brasileira de Bromélias - SBBr. O link nos foi enviado pelo amigo Carlos do blog Natureza e Paz . Veja o comentário, bem como o link da Sociedade em Mais informações.

Foto do site da SBBr

Fotos do site da SBBr

Com estas fotos esperamos que nossos amigos de Portugal e outros países possam nos dizer se elas enfeitam também suas terras. Vejam também em Mais informações o comentário deixado pela amiga portuguesa Graça Pereira.
....
Aguardamos mais comentários, fotos e pesquisas sobre essas belas musas brasileiras.

Em Mais informações você poderá ler:
...
1- Post do amigo BOND
2- Links deixados pelos amigos
3- Comentários e pesquisas dos amigos
4- Vale a pena lembrar (Informações de Graça Pereira, Jair Lopes e Dalton França) 

..
------------
...

1- Post do amigo BOND

"DENGUE E UM NOVO BIOLARVICIDA - NO BLOG _MUL_TI_VI_AS UM DEBATE SOBRE O TEMA ENVOLVENDOAS BROMÉLIAS

Vem chegando o Verão.

Mas, desde agora na Primavera, com dias alternados em temperaturas altas e depois muita chuva, já cresce a preocupação com a Dengue.

Como sempre, a sensação é de que, estamos todos esperando que o problema surja, para então tomar as providências que deveriam ser de caráter preventivo.

Destacamos então, dois extremos de assuntos que tem a ver com a Dengue. O primeiro, a notícia de que a prefeitura do Rio de Janeiro vai utilizar um novo tipo de biolarvicida no combate a proliferação do mosquito.

A partir do dia 09/11/2009, os 2100 agentes de endemias da Prefeitura já estarão treinados e capacitados para utilizar o DIFLUBENZURON.

Segundo técnicos e especialistas no assunto, o produto é mais eficaz no controle do crescimento dos insetos, permanece mais tempo agindo no ambiente aplicado do que o atual biolarvicida utilizado, além de ser biodegradável, e não causar danos as plantas ou ao meio ambiente, sendo derivado da uréia. Deve assim ser um importante aliado nessa difícil luta, pois basta uma olhada rápida para que sejam vistos inúmeros pontos potenciais de focos do mosquito.

O outro extremo é um interessante debate no blog: _mul_ti_vi_as (Luísa N.) http://multivias.blogspot.com/

Passe lá, e veja o tema: DENGUE E AS BROMÉLIAS. Participe dando a sua contribuição e opinando sobre a possível relação entre o terrível mosquito e as belíssimas Bromélias.

E, comece ou continue a fazer a sua parte no combate a DENGUE. Ambiente cuidado e pessoas informadas fazem toda a diferença."


2- Links deixados pelos amigos

     http://djabal.posterous.com/pitcairnia-grafii-flowers
     http://bromelia.org.br/dengue2.shtml
     http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Pitcairnia_grafi_flowers.jpg#filehistory

3- Comentários e pesquisas dos amigos

Blogger Lau Milesi disse...
Olá Luísa!!! Obrigada pelo convite e pela aula sobre "bromélias" que tive aqui no seu "lindo e ecológico blog".
O que posso dizer sobre minha experiência com bromélias é que me apaixonei por elas desde que vi uma, abandonadinha, coitadinha, num terreno próximo à estrada a caminho de Búzios.
Isso já tem muito tempo e eu não conhecia nada de "bromélias" na época. De lá pra cá estabelecemos uma boa relação e eu cultivo muitas naquele lugar em que tirei aquelas fotos e enviei pra você no tempo do GO.Lembra? Quanto às providências tomadas para evitar a proliferação do mosquitinho que debandou para o lado do "mal", o jardineiro Anselmo, mãos de fada, nos orienta à pingar algumas gotinhas de água sanitária na "boquinha" da bromélia. E realmente nunca tivemos problemas. Inclusive, recebemos várias vezes visitas das equipes de combate à dengue e não foram encontrados os "bandindinhos mirins'.
Tenho observado também que de uns tempos pra cá a bromélia passou a ornamentar lojas, shoppings e até cerimônias sociais.Fui à uma festa de casamento no Alto da Boa Vista, aqui no Rio,em que na entrada da Casa de Festas foi colocado um arranjo de bromélias LINDÍSSIMO. Interessante,não é? O que sei também (agora fruto de pesquisa) é que a Família "Bromeliaceae" é enooorme. E como toda família grande tem que ter seus cuidados...e como, não é Luísa?
Beijinho e adorei estar aqui. Me senti tão bem...entre as bromélias.rsrs
E.T.Obrigada por sua visita e por seus comentários no meu blog. Fico super contente com eles, acredite.
Quanto aos selinhos, não sei quais são. E tenho aquele problema, não gosto de fazer escolhas. Não é média com ninguém, até porque não há motivo, não é Luísa? São dificuldades minhas. Eu ontem ganhei um selo, também muito fofo, e se vc quiser pegue pra você. Tem tudo a ver com o seu blog. Ele é o último da fila da minha lista de selos. Já ganhei um montão....e adorei.rs
Terça-feira, 27 Outubro, 2009
....Excluir


Blogger Brad disse...
Olá! Luiza, I don' t sabe demasiado sobre plantas dos bromélias, mas parecem muito interessantes. Brad
Terça-feira, 27 Outubro, 2009
Excluir ...
Anônimo analuiza disse...
Olá, aprendendo sobre bromélias, por aqui tb já houve uma caça as mesmas que agora aqui conheci suas variedades. Mas, por aqui chove zero e não acumula água . O que acumula e muito é a grave situação social do nosso pais que desvia de sí a responsabilidade da saúde pública. Acabei de plantar no jardim, acho-as muito elegante . Abraços
Quarta-feira, 28 Outubro, 2009
...Excluir
Anônimo Natureza e Paz disse...
Olá! Amiga Luísa Primeiramente, quero agrdecer muitíssimo pelo carinho e consideração e me presentear com seus selinhos, pois já consegui fazer a uma das "tarefas de casa", publicando os selos que recebi e outros dias também; e a outra é que não sou, também nenhum expert em natureza, nem tão pouco em bromélias, mas a gente vai se esforçando para aprender cada vez mais, por isso pesquisei sobre o assunto em tela, (diga-se que é muito bom receber esses desafios de descobrir as maravilhas da natureza) através de sites especializados, e segundo a Sociedade Brasileira de Broméliasde, a Bromélia não é um mau exemplo, de acordo com os esclarecimentos à população, que diz que essas plantas, face o avanço da epidemia de dengue, se tornaram alvo de suspeitas como possíveis focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da moléstia. A nota visa esclarecer de vez a população sobre a veracidade das informações veiculadas na mídia. A SBBr sustenta que as bromélias não são criadouros preferenciais. Mas, com o avanço da moléstia, 'a mercê de um enorme descuido das autoridades de saúde, a ordem agora é enfrentar o mosquito e não deixar que as bromélias sejam estigmatizadas e transformadas em bodes expiatórios. É informado também, alguns cuidados para as pessoas que possuem plantas em casa ou no apartamento: - deverão ter sua água trocada pelo menos duas ou três vezes por semana. A água deverá ser entornada sobre a terra ou longe dos ralos; - regar as plantas com uma calda de fumo (fumo de rolo ou de cigarro colocado em dois litros d'água de um dia para outro ou fervido) ou com solução de água sanitária (uma colher de chá de sanitária para um litro d'água) duas vezes por semana; - também se recomenda a aspersão de todo o ambiente onde as plantas estão com inseticida aerosol piretróide com propelente à base de água (evitar aqueles com querosene) duas vezes por semana; e - se possível, utilizar todas essas medidas em conjunto para segurança total. E por fim, ninguém precisa se desfazer das suas bromélias. Elas são fonte de beleza e a natureza certamente agradecerá. Rio de Janeiro, 25 de fevereiro de 2002 Orlando Graeff Conselheiro da SBBr Mais informações: http://bromelia.org.br/dengue2.shtml Um forte abraço. Do seu amigo Carlos Em tempo: Gostei do Dragão
Quarta-feira, 28 Outubro, 2009
Excluir ...

Blogger ZildaeAntonio disse...
OI, amiga Luísa N. Muito obrigada em citar a nossa humilde colaboração. Seu Blog é aquele Oásis,no qual sempre temos que parar para nos refazer e recuperar as forças. Um abraço e tudo de bom!
Quarta-feira, 28 Outubro, 2009
Excluir ...

Blogger 007BONDeblog disse...
Luísa Boa noite Fiz uma matéria sobre dengue e bromélias com chamada aqui para o blog. Espero que ajude a incrementar o debate. Um abraço
Quinta-feira, 29 Outubro, 2009

....
4- Vale a pena lembrar:
...a) O comentário da amiga portuguesa Graça Periera. Ela está pesquisando se em Portugal há bromélias.Blogger Graça Pereira disse...
Sinceramente, nunca tinha ouvido falar em bromélias e minibromélias...Pela foto tambem não conheço!Será que aqui em Portugal não existe, ou terá outro nome? vou tentar descobrir...As coisas que eu aprendo aqui...Um beijo
b) O comentário de Jair Lopes. Quanto mais bromélias, melhor!




"Mosquitos que costumam por seus ovos em bromélias têm sua população reduzida pelos batráquios que vivem nessas plantas e se alimentam das larvas desses mosquitos. Quanto mais bromélias, melhor para o controle dos mosquitos."




...

c) O comentário de Dalton França. Bromélias nas serras mineiras:
 "Linda flor!
Luísa, aqui no Sul de Minas podemos encontrar diversas espécies de minibromélias. Vivem entre as pedras no alto das serras.
Um abração!"...
-------------
Obrigada, amigos, pela participação. Os créditos de todos vocês - pesquisas, fotos, informações - será dado no final da pesquisa. E... continuem colaborando com essa gostosa discussão! Nós, do Multivias, e a Mãe-natureza, agradecemos!!!
...
---------------------------
...