Mostrando postagens com marcador Mata Atlântica. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Mata Atlântica. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, maio 27, 2021

Dia Nacional da Mata Atlântica



Hoje, 27 de maio, é um dia que deveríamos comemorar, com alegria, o Dia Nacional da Mata Atlântica. Mas, sabendo sobre a devastação que essa floresta atualmente sofre, não temos como não ficar tristes. Desmatamentos e queimadas são constantes. 

A Mata Atlântica está presente em 17 estados brasileiros e cobre 15% de nosso território. 

Frutas da Mata Atlântica 

Pequena, vermelha e adocicada: que fruta é essa?

Nosso país é rico em frutas desconhecidas por boa parte de nós. Apesar de serem frutas deliciosas, passam longe das feiras e dos supermercados. Acontece isso por vários fatores, mas podemos deduzir ser um deles por falta de vontade política de valorização do produto nacional. 

Em rápida pesquisa encontrei várias frutas típicas da Mata Atlântica. Veja alguns nomes:

Araçá, ameixa-do-mato, falsa-cereja, cambucá, cambuci, cambuí, guabiroba, gramixama, juçara, pitangatuba, uvaia. Algumas delas estão em risco de desaparecimento.

Em 2011 contamos sobre uma frutífera  plantada em nosso quintal, com certeza originária da Mata Atlântica. É a pequena fruta vermelha das fotos da imagem. Veja mais fotos, os quase duzentos comentários recebidos na postagem e diga se você já comeu ou viu uma frutinha assim:

https://www.luisanogueiraautora.com.br/2011/01/via-verde-pequena-vermelha-e-adocicada.html?m=0


—————

segunda-feira, outubro 25, 2010

Via Verde: A Beleza Amarela do Guapuruvu


Em Brasília há pessoas de diferentes regiões do Brasil. Talvez por isto haja também árvores vindas de vários estados, como o guapuruvu. Natural da Mata Atlântica,* podemos ver essa beleza de flores amarelas contribuindo para uma maior diversidade da flora da capital candanga. Algum carioca - há muitos cariocas em Brasília - deve ter trazido em sua bagagem algumas sementes, para não perder de vista essa belezura que fica nua no inverno - totalmente sem folhas - mas se enfeita toda na primavera.  





Guapuruvu, guarapuvu, birosca, ficheira, pau-de-vintém, pataqueira e muitos outros nomes populares (Schizolobium parahybae). Família das fabáceas (ou leguminosas). É originária da Floresta Atlântica. De crescimento rápido, pode atingir, em pouco tempo, 30 metros de altura. Sua madeira é macia, por isto muito utilizada em artesanato e na fabricação de canoas. Perde as folhas no inverno e floresce na primavera. Suas lindas flores amarelas atraem abelhas. Tem tronco alto e reto, com uma copa rala. É muito usada em paisagismos de praças e parques. As árvores das fotos estão em um condomínio de Brasília. 

------------

*A Mata Atlântica ocupa totalmente três estados: Espírito Santo, Rio de Janeiro e Santa Catarina. Ocupa também 98% do Paraná, bem como pequenas porções de onze unidades da federação. Vejam os seis biomas do Brasil no mapa abaixo (mapa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). 


Mapa de Biomas do Brasil da Série "Mapas Murais" do IBGE (http://www.ibge.gov.br/)


---------------------------