sábado, junho 05, 2021

Dia Mundial do Meio Ambiente



Embalagens recicláveis 

As embalagens mais comuns que podem ser recicladas são o papel, o plástico, o vidro e as latinhas. As embalagens recicláveis têm símbolos indicativos. É muito importante observar esses símbolos, porque nem toda embalagem é reciclável. 

Sobre os símbolos nas embalagens:

1- Símbolos de embalagens recicláveis e sua história: 


2- Significado dos símbolos:




Saiba mais

1- Sobre embalagens recicláveis mais de uma vez: 

https://www.capesesp.com.br/o-que-e-e-o-que-nao-e-reciclavel



2- Tipos de embalagens recicláveis:


https://meiosustentavel.com.br/embalagens-sustentaveis/



3-  Sobre quais embalagens podem e não podem serem recicladas:


4- 10 Atitudes que podem salvar o planeta:

————

Dia Mundial do Meio Ambiente 

No dia 5 de junho é também comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente e o Dia da Ecologia. Selecionamos alguns trechos sobre meio ambiente e sustentabilidade do livro Balbúrdias na Quarentena. Confira:


 



Livro citado: Veja a sinopse e/ou adquira em:



quinta-feira, maio 27, 2021

Dia Nacional da Mata Atlântica



Hoje, 27 de maio, é um dia que deveríamos comemorar, com alegria, o Dia Nacional da Mata Atlântica. Mas, sabendo sobre a devastação que essa floresta atualmente sofre, não temos como não ficar tristes. Desmatamentos e queimadas são constantes. 

A Mata Atlântica está presente em 17 estados brasileiros e cobre 15% de nosso território. 

Frutas da Mata Atlântica 

Pequena, vermelha e adocicada: que fruta é essa?

Nosso país é rico em frutas desconhecidas por boa parte de nós. Apesar de serem frutas deliciosas, passam longe das feiras e dos supermercados. Acontece isso por vários fatores, mas podemos deduzir ser um deles por falta de vontade política de valorização do produto nacional. 

Em rápida pesquisa encontrei várias frutas típicas da Mata Atlântica. Veja alguns nomes:

Araçá, ameixa-do-mato, falsa-cereja, cambucá, cambuci, cambuí, guabiroba, gramixama, juçara, pitangatuba, uvaia. Algumas delas estão em risco de desaparecimento.

Em 2011 contamos sobre uma frutífera  plantada em nosso quintal, com certeza originária da Mata Atlântica. É a pequena fruta vermelha das fotos da imagem. Veja mais fotos, os quase duzentos comentários recebidos na postagem e diga se você já comeu ou viu uma frutinha assim:

https://www.luisanogueiraautora.com.br/2011/01/via-verde-pequena-vermelha-e-adocicada.html?m=0


—————

quinta-feira, maio 20, 2021

Entrevista na CBN

 



Gente, confira o  videozinho que fiz com a entrevista que dei para a CBN.  Isso mesmo, pra rádio “que toca notícias”, não é bacana? Foi no programa Onda Cultural, com a apresentadora Lorrany Castro. 

O vídeo, aproveitando o áudio da entrevista, foi para mostrar a capa do livro Balbúrdias na Quarentena. Falo sobre a criação da capa pelo renomado artista plástico Sérgio Ricciuto Conte. 


——————-

Veja o vídeo em outro formato em nosso ig do Instagram @naturezaemfotosluisan

sábado, maio 15, 2021

Cantos suaves de pássaros

 


Cantos de pássaros, fontes, árvores... existe paz maior? 
Quando todos descobrirem a vida que existe na natureza
E souberem quão bom é semear e plantar
Em qualquer lugar 
Em todos os lugares 
Em casas, apartamentos 
No chão, em vasos
Nas janelas, nas escadas
A natureza será recuperada

Ouço o canto dos pássaros e dos fios d’água 
Que um dia todos possam também ouvir 
e com eles cantar 

segunda-feira, maio 10, 2021

Nossos olhos


Nossos olhos podem transformar sombras em luzes e tudo colorir, 
quando há afeto e amor. 
(Frases inspiradas quando vi minha filha nessa foto).

Texto da foto: Escrevi o pequeno texto especialmente para essa foto, postada no ig de meu Instagram @naturezaemfotosluisan

Foto (minha filha) e arte: fiz com um app do celular. 

————

 

Mundos sem mundo

 

Ilustração do poema “Mundos sem mundo”. Ilustradora: Nina Cordeiro 


Mundos sem mundo 

Meio dia  
Paro no semáforo  
Sol escaldante  
Põe à mostra  
A pequenez humana
  
Vidas sem teatro  
Escancaram  
O teatro da vida  
E desnudam  
A nudez do homem  
Nascido nu 
 
Sombras escondidas  
Atrás de vidros  
Querem esconder  
Rostos sem face  
De uma cena  
Maltrapilha
  
Crianças  
Vendendo balas  
Atiradores de faca  
Entre chamas
  
Asfalto quente  
Incendiado incinera  
Mortos em vida
  
Acovardado fujo  
Fujo para dentro  
De janelas fechadas 
Com trancas desalmadas
 
Acovardado fujo  
De figuras desfiguradas  
De um mundo de mundos  
Sem mundo 



Poema: Mundos sem mundo 

Livro: Letras Falam (Edição ilustrada)

Autora: Luísa Nogueira 

Capa: Sergio Ricciuto Conte 

Ilustrações internas: Nina Cordeiro 




Adquira o livro Letras Falam por um preço simbólico ou leia grátis pelo Kindle:


https://www.amazon.com.br/Letras-Falam-Poemas-Lu%C3%ADsa-Nogueira-ebook/dp/B08R7VHKJR/ref=sr_1_1?__mk_pt_BR=ÅMÅŽÕÑ&dchild=1&keywords=Letras+Falam%3A+Poemas&qid=1608845540&s=digital-text&sr=1-1



domingo, maio 09, 2021

Abraços de mães


 

Abraços de mães para todas as mães do mundo.  

Nas fotos 1 e 3 eu e minha filha. Na primeira ela tinha 28 dias; na outra, com um aninho. 

Foto 2: Minha mãezinha Lydia, hoje nas nuvens de um céu lindo.  

As fotos com flores: para todas as mães, filhas e filhos que por aqui passam. Podem compartilhar à vontade, fiz os gifs e as colagens para vocês. 

Feliz Dia das Mães! 💐









Coração e flor?  Por que não?



💐❤️💐❤️💐🙏






 

sábado, maio 01, 2021

Isto é que é uma bela entrevista


Nem sei como agradecer a participação em blogs literários e colunas de jornais e sites. Mas hoje o que quero mesmo é pedir desculpas por uma gafe (
🙈que mico, gente!) que cometi com uma grande e queridíssima jornalista, apresentadora de um super programa de rádio. 

Conto aqui: de repente - não mais que de repente 🙉, uma agência de comunicação pergunta se posso participar de três entrevistas. Como todo escritor que se preza, aproveito toda e qualquer oportunidade para mostrar meu livro. Disse sim, claro.🙈 Afinal, vivemos no país onde governantes querem a todo custo boicotar livros. Se os próprios autores não divulgam, fica difícil. Só que... as entrevistas eram para o dia seguinte. Bom, Luiza, você nunca fugiu da raia, não vai ser agora, não é? Claro que não, deixo isso e aquilo pra depois. Ah, tem uma gravação de três minutos, essa é fácil, vamos lá.  Pá, pá, pá... quase cinco minutos. Outra vez: pá, pá, pá... passou de quatro minutos. Depois de alguns pá, pá, pá... ufa! Consegui, até faltou um pouquinho para os três minutos. Tenho que enviar até às 11:00 de amanhã. Mas às 11:00 vai ser a entrevista com a... Envio antes. Ainda tenho tempo pra fazer o “media training” (treinamento, preparação para lidar com a mídia) - é, gente, fiz jornalismo digital e também faço o curso da @lcagcomunicacao... 


Dia seguinte, 11:00: tudo certo, entrevista feita, tudo nos conformes. Parodiando a música funk... gravação, ok; entrevista, ok. A outra entrevista vai ser só às 17:10. Dá tempo pra tirar a roupa da máquina esquecida desde ontem e terminar os arranjos com os musgos já retirados da calçada, senão vão secar.


17:00: Meu Deus, não fiz nada para essa entrevista 🤭

  • Calma, é ao vivo, mas tá tudo bem. E se quiserem fazer com imagem? Claro que não, é para uma rádio. Mas, porém, todavia... ligo meu ring light e deixo o computador a postos em minha frente para o caso, né? Celular no ring, fones de ouvido... 


“Alô Luísa, é a Maria, tudo certo para a entrevista?” “Oi Maria, tudo certo.” “Estamos terminando uma entrevista e logo entramos com você.” “Ok, Maria, obrigada, estou pronta.”


Alguns minutos depois: “Oi, Luísa, você já vai entrar.” “Sim, Maria.”


A entrevistadora começa: “Estamos com a escritora... (...) Bom dia, Luísa!“ “Bom dia, Maria! Bom dia ouvintes da rádio...”

E depois de muitos “Sim, Maria...” “Exato, Maria... e “patati patatá, Maria”, a apresentadora, sorrindo, diz: “Ô Luísa, não é a Maria, eu sou a...” Digo rápido: “Desculpa...” “Realmente você falou com a Maria, ela que avisou sobre a entrevista, ela é a produtora...” 


Gente, gente, caí a cara de vergonha. Era uma querida e conhecida apresentadora. Super gentil, ela continuou a entrevista como se a doida aqui pertencesse ao mundo normal 🙈.

Pois é gente, isto é que é dar uma bela  entrevista (sqn).


Assim, entre escrita, textos e mais textos, afazeres extras, trabalhos do dia a dia e alguns tropeços, os autores brasileiros seguem abrindo o caminho da leitura. Graças a Deus, na companhia e incentivo de jornalistas que lutam e batalham para que notícias e livros cheguem para todos. 


Neste Dia do Trabalhador, desejo a todos os trabalhadores o direito à leitura e à informação, para que continuem na luta por uma vida cidadã e digna. 

——

Entrevistas de abril sobre o livro Balbúrdias na Quarentena:


1- Vídeo da entrevista do dia 13/04/2021 com a querida e conhecida apresentadora Pity Búrigo, do programa Ponto a Ponto, de Criciúma, SC. O áudio do vídeo, devido à edição que fiz, ficou com falhas. Editei para adequar ao tamanho aceito pelo blogspot.  



2- Vídeo de uma outra entrevista feita no mesmo dia:




3- Entrevista para a BandNews de Goiânia. Repórter: Andreia Nikely. Cortamos o vídeo para ficar com o tamanho adequado ao blogger:





terça-feira, abril 27, 2021

Livro Balbúrdias na Quarentena é destaque na mídia

A entrevista ao vivo do dia 13/04 no Programa Ponto a Ponto (Rádio Som Maior, SC), será disponibilizada neste blog nos próximos dias. Veja o podcast através do site da Rádio. 

A mídia impressa e falada coloca, pouco a pouco, Balbúrdias na Quarentena em destaque. E com isso nossos artigos do blog ganham também mais visibilidade. O planeta agradece.

Logo que algumas entrevistas e podcasts estejam disponíveis, deixo aqui para nossas amigas e nossos amigos, certo?

Por enquanto é só agradecimento. Agradeço a Deus por nos permitir trabalhar com saúde e disposição, agradeço a boa repercussão de nosso livro junto aos leitores de todo o Brasil, agradeço às distribuidoras de Balbúrdias na Quarentena pelo excelente trabalho e agradeço aos jornalistas, aos sites, aos jornais e revistas que têm, carinhosamente, acolhido o Balbúrdias na Quarentena. 🙏🤗❤️
.
.
.
Balbúrdias na Quarentena pode ser encontrado em livrarias de todo o Brasil e em lojas de departamento. Devido a pandemia, veja através das lojas on-line das distribuidoras UmLivro e Uiclap. No Instagram @naturezaemfotosluisan link na bio. 

Leia a sinopse e adquira em:









.
#livrobomélivrolido #balbúrdiasnaquarentena #agradecimentoadeus #agradecimentosempre #agradecimento🙏 #luísanogueiraautora #naturezaemfotosluisan