Mostrando postagens com marcador Mulheres que escrevem. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Mulheres que escrevem. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, dezembro 31, 2021

Um lindo livro



Um presente de fim de ano

Vocês se lembram do sorteio do livro “Amor nos Tempos de Quarentena”, da escritora Amanda Boaviagem, feito pela Editora Pedra Azul? Fui a sortuda. Chegou ontem, no finalzinho da tarde.  Uma delicadeza na embalagem, com vários marcadores de páginas enviados pela editora e pela autora, sacola e canetas  personalizadas com o título do livro e o nome da autora… Dá pra sentir o carinho em cada laço feito, nas fitas e outros marcadores. 

Veja, depois das fotos, dois pequenos vídeos que fiz ao receber o livro.

Meus agradecimentos à editora Pedra Azul @pedrazuleditora e à escritora Amanda Boaviagem @pagina90_ . 








———-

#sorteiodelivro #pedraazuleditora #amoler #leituraatual #umlindopresente #escritorasbrasileiras #escritorasnacionais #mulheresnaliteratura #naturezaemfotosluisan 


sexta-feira, dezembro 17, 2021

Onze autoras brasileiras

A melhor lista  para você escolher seus presentes de fim de ano 

Você sabia que ler livros traz felicidade? É o que diz uma pesquisa* recente feita em mais de 10 países, entre eles o Brasil. Sim, 71% dos entrevistados dizem se sentirem felizes quando leem. E olha só, mais de 80% disseram que notaram melhoras em seus relacionamentos. E aí, o que você está esperando para escolher o melhor presente e com precinhos superlegais?


Como escolher 


Mas como escolher o melhor livro? Não se preocupe, os livros que vou lhe apresentar foram escritos por profissionais de diferentes áreas. Vai ser fácil escolher. Tem desde pesquisas realizadas por historiadoras e professoras universitárias até romances policiais e poesia. Ah, e um livro de autoconhecimento para mulheres, escrito por uma palestrante e trainer comportamental, doutoranda em Letras. Não lhe disse que é uma boa lista?  


Mulheres escritoras


A força feminina está presente em todos os campos das artes, das ciências e da literatura. Conheça 11 mulheres de várias profissões, atuantes também na literatura. Com coragem e criatividade elas revelam seus sonhos, suas angústias, suas conquistas pessoais e profissionais. De mãos dadas, ajudam outras mulheres a batalharem por uma vida mais plena e feliz.  

   

Confira os lançamentos de mulheres escritoras conectadas com o mundo atual. São elas:


Alice Neta Raposo: Maria do Sol (Romance) 

Aline Santos Ferreira:  Universitários Negros: Um desafio diário de permanência (Ensaio)

Amanda Boaviagem: Amor nos tempos de quarentena (Romance)

Camila S. Lourenço: Rosa Apaixonada (Poesia)

Daniela Castro: 23:59: Meia-Noite da Humanidade (Ficção científica)

Francine Cruz: Amor, Maybe (Romance)

Luciana de Gnone: Evidência 7: Segredo Codificado (Romance policial)

Luciene Carris: Histórias do Jardim BotânicoUm recanto proletário na zona sul carioca (1884-1962) (História)

Luísa Nogueira: Letras Falam: Poemas (Poesia)

Roseane Sousa: Insídia (Romance)

Veridiana Borges: O poder da automotivação para mulheres (Ensaio)

 

———


Um pouco sobre os onze livros e suas respectivas autoras


1- Amor, Maybe - (Romance)

Autora: Francine Cruz



 
SinopseAté onde pode ir um grande amor? A fé ajuda a recuperar sentimentos? Quem pode separar duas pessoas que se amam?  Descubra em Amor, Maybe uma linda história romântica como você nunca viu!
Em uma festa à fantasia, Josephine e Matthew se conhecem e se apaixonam.   Inexperientes, Josie e Matt sabem que se amam, mas, para viver esse grande amor, terão que vencer muitas barreiras. O que será que os impede de ficarem juntos?
Esta é a história de um amor inacabado, cheio de lágrimas, romance, brigas e sentimentos, mas, acima de tudo, cheio de esperança. Fala sobre o tempo e como a vida pode pregar peças em nós. Neste romance, você conhecerá a força de um amor verdadeiro que através dos anos buscará sua chance de ser eterno. Será esse amor forte o suficiente para resistir ao tempo, à distância e a solidão?


Sobre a autora Francine Cruz é professora e escritora, doutoranda em Educação (UFPR). É autora, entre outros, dos livros Amor, Maybe (Ícone, 2011), Educação Física na Terceira Idade: Teoria e Prática (Ícone, 2013) e A Casa dos Dois Amores (AudioLivro, 2014). Recebeu o prêmio Agente Jovem de Cultura do Ministério da Cultura (2012). Integrante dos coletivos Marianas e Vozes Escarlate. Criadora e apresentadora do Canal Senhora Literatura no Youtube.



2- Amor nos tempos de quarentena - (Romance)

Autora: Amanda Boaviagem 



SinopseAmor e Morte andam lado a lado. O dia a dia da jovem médica Manuela no hospital em que trabalha em tempos de pandemia da Covid19. Flashes de um passado não tão distante mas feliz, a lua de mel dela e Pedro na Riviera Maya, nas cálidas águas do Caribe. O medo e a insegurança que sente ao ter de encarar a pandemia sozinha. O marido preso em outro país sem poder voltar ao Brasil. Amizades, sonhos, descobertas. Uma luz em sua vida quando tudo parecia perdido. Um antídoto para a pandemia? Acompanhe Manuela nesses tempos difusos (e confusos) em que a verdade é desmentida e o que era solução se torna problema. Sua sanidade mental está sendo posta à prova a todo o momento nessa pandemia? Manuela está pronta pro jogo e disposta a arriscar tudo. E você? O que você seria capaz de fazer por amor?


Sobre a autoraAmanda Boaviagem é escritora, bookstagrammer, esposa, analista, dona de casa. Como a maioria das mulheres, é 1001 utilidades. Mas, acima de tudo, Amanda é uma sonhadora e por isso ela escreve, pois não podia guardar esses sonhos apenas dentro de si. Desde criança é fascinada por histórias e começou a contá-las através dos seus diários, com 6 anos. A princípio, sua própria, nos diários, depois, poesias, crônicas, contos, até chegar nos romances. A escritora da Esperança busca passar uma mensagem positiva para seus leitores. Ela tenta assim, dar sua pequena contribuição para um mundo melhor.



3-  Evidência 7Segredo Codificado (Romance)

Autora: Luciana de Gnone:


SinopseQuando Val Ricci, inspetora da Polícia Civil, é chamada para atender um caso de homicídio em um motel na Barra da Tijuca, não desconfia que aquele não será apenas mais um assassinato na violenta capital fluminense. No local, uma pista incomum é coletada pela perícia: uma folha de árvore seca marcada com a sequência numérica 1178a. Enfrentando um assassino engenhoso, Val não encontra alternativa a não ser encerrar o caso por falta de provas, até que a polícia descobre um novo corpo no porta-malas de um veículo abandonado. Na cena do crime, a perícia encontra mais uma folha seca, desta vez com uma numeração diferente. 

À frente do caso mais enigmático dos seus vinte anos de carreira, Val inicia uma incessante caça para desvendar a autoria dos crimes e os motivos do assassino. Enquanto isso, precisa conviver com a indiferença da filha adolescente, os cuidados à mãe doente e um novo sentimento, despertado ao conhecer Arthur Vianna, agente literário de um escritor best-seller

Evidência 7: Segredo Codificado é um romance policial dinâmico, carregado de paixões, suspense, ação e, sobretudo, um segredo escandaloso. 
Outros títulos da autora: Súplica em Olhos Mortos (2014), Vestígios (2020) Delito Latente (2020), Coautoria em Te odeio, mãe! Com todo meu amor (2021)

Sobre a autoraLuciana de Gnone é natural de Brasília, formada em Administração de Empresas e pós-graduada em Marketing. 

Em janeiro de 2009, embarcou em uma aventura familiar emocionante e por doze anos viveu em diferentes países, como Cazaquistão, Colômbia, México e Costa Rica. 

Iniciou sua carreira de romancista em 2014 e de lá para cá já são 4 romances policiais, participação em duas antologias e coautora em um livro de 5 contos.  

Casada desde 1999, é mãe de dois rapazes e seus interesses são família, viagem, leitura, cinema e meditação.




4-Histórias do Jardim BotânicoUm recanto proletário na zona sul carioca (1884-1962) (História)
Autora: Luciene Carris: 


Sinopse: O livro é um passeio pelas histórias e memórias do bairro do Jardim Botânico entre 1884 e 1962. Subverter o imaginário da zona Sul carioca chamando o Jardim Botânico de subúrbio. Muita pesquisa empírica nos ricos arquivos da Biblioteca Nacional e  no Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro, bem como fontes orais e um desejo de conhecer as raízes do bairro onde Luciene Carris cresceu e ainda habita, somados à uma escrita leve e clara, nos instigam a redescobrir o Jardim Botânico experienciado por pessoas de carne e osso, operários imigrantes italianos e de outras regiões do mundo e do Brasil que lá chegaram para trabalhar nas fábricas têxteis.

Sobre a autora: Luciene Carris é historiadora com mestrado e doutorado  pela UERJ, realizou estágios pós-doutorais na USP e na PUC-Rio. 
É autora de: O lugar da geografia brasileira: a Sociedade de Geografia do Rio de Janeiro (1883-1945); Intelectuais, militares e instituições na configuração das fronteiras brasileiras (1883-1903) e coautora de Russos em Revista: a Revolução Russa nas páginas das revistas ilustradas (1917-1930) e Lições do Tempo: temas em história e historiografia do Brasil Republicano, entre outras obras.

Compre aqui


5- Insídia - (Romance)

Autora: Roseane Sousa



Sinopse: A procura da felicidade, entendida como satisfação dos prazeres imediatos, é o propósito da sociedade urbana atual. Em busca de uma almejada liberdade, as pessoas, contraditoriamente, se veem cada vez mais amarradas a condições que as afastam dos prazeres da vida. É nesse universo caótico que vive Jamile, uma mulher abandonada emocionalmente que percorre tortuosos caminhos de olhos vendados em busca do incerto. Esposa de um workaholic com quem não consegue mais se envolver emocionalmente, ela busca na internet preencher o vazio provocado pela indiferença do marido, mas tudo o que encontra é um abismo no qual se joga sem perceber.

Sobre a autora: Roseane Sousa, num insight enquanto caminhava, percebeu ser possível mudar o rótulo de “maluquinha” da família para o de “escritora” da família, bastando compartilhar as histórias que borbulhavam dentro de si. Em 2019 publicou Vaivéns da Alma, seu primeiro romance e, no ano seguinte, além de alguns contos selecionados para coletâneas, publicou Sutilezas do Amor, conto finalista de Prêmio Book Brasil 2020.
Compre aqui:


6- Letras Falam: Poemas (Poesia)

Autora: Luísa Nogueira




Sinopse: Letras falam e traduzem sentidos e sentimentos; letras mostram significados escondidos em palavras e em frases de diferentes contextos linguísticos. O livro Letras Falam mostra palavras que contam e falam poemas de vidas, vidas em poesia, vidas à procura de poesia e vidas distanciadas de poesia. São letras que ligam palavras e vidas. Vidas de gente como a gente. Navegar nas letras deste livro é descobrir vidas diversas, porém só entre e viaje em suas páginas se tiveres sensibilidade para ver e compreender o mundo que te cerca.

Sobre a autora: Luísa Nogueira é professora, formada em Letras (UCG), com mestrado em Linguística Aplicada (Sorbonne) e outros cursos. Trabalhou em colégios de Goiânia, de Brasília e também na Ásia. É autora dos livros "Acalanto: Sou pássaro e poesia Sou canto e acalanto", "Letras Falam: Poemas" e "Balbúrdias na Quarentena". Fotógrafa amadora, há mais de dez anos mantém um blog sobre sustentabilidade, onde expõe fotos da natureza como incentivo à conservação ambiental. 

Blog: https://www.luisanogueiraautora.com.br/

Compre aquihttps://loja.uiclap.com/titulo/ua13386/


7- Maria do Sol - (Romance)

Autora: Alice Neta Raposo



SinopseMisterioso drama da escritora Alice Raposo, "Maria do Sol", alerta sobre traumas de infância e consequências emocionais na vida adulta. Um crime, uma culpa e um fantasma... Esse é o enredo da obra Maria do Sol, escrita pela autora Alice Raposo. Pedrinho, personagem principal, é um menino introspectivo e recluso. Mesmo na vida adulta, nunca superou o maior trauma de infância: a morte passional de Maria do Sol, uma nova amiga, durante o aniversário de 50 anos de sua avó.

Destinado a todas as idades e aclamado pelo público juvenil, o livro é um alerta sobre traumas emocionais e as consequências na vida adulta. Misteriosa, a obra relata toda a trajetória de Pedrinho, da infância à juventude, marcada pelas cicatrizes de uma culpa que carrega sozinho e pelo fantasma de uma dor nunca compartilhada. Para os leitores fãs de um bom plot twist, Maria do Sol não deixa nada a desejar.
“— E o fantasma que atormentou minha vida inteira, me impediu de viver, de me relacionar com as pessoas...? Quem era? O que era? O que aconteceu comigo, meu Deus? “ Pedrinho
Maria do Sol fala sobre depressão, síndrome do pânico e ausência familiar de forma leve, sem perder a seriedade. É um verdadeiro alerta para a sociedade sobre a importância do apoio emocional e ajuda profissional para evitar que os problemas se tornem doenças capazes de produzir efeitos psicológicos por toda a vida. Outros livros: "Em Busca do Príncipe não Encantado", "Guerreiros dos Mundos" e "Sinto Muito, Meu Amor."

Sobre a autora: Alice Raposo nasceu no maranhão. Mora no Piauí desde os onze anos. Escreveu peças de teatro e poesias desde muito cedo. Começou sua carreira como escritora em 2016 quando publicou o primeiro livro “Maria do Sol” pela Fundação Quixote, organizadora do salão do livro do Piauí. Este livro já foi adotado em algumas escolas como paradidático. Possui outros  livros publicados que são “ Sinto Muito, Meu Amor”, “Guerreiros dos Mundos” , “Flávia Bergona”  e “Em Busca do Príncipe não Encantado”, este foi publicado pela Editora Pandorga. Possui contos publicados no site da Amazon: Caminhos, Buracos no Tempo, Chaplin e sua Rosa , A Rosa de Deus e O Tapete.



8- 23:59: Meia-Noite da Humanidade - (Ficção Científica)

Autora: Daniela Castro




SinopseO relógio do juízo final foi criado em 1947, pela ONG Boletim dos Cientistas Atômicos, com intuito de alertar sobre um possível cataclismo nuclear. À meia-noite da humanidade tudo estaria acabado. Desde então, muito embora algumas poucas vezes os ponteiros tenham sido atrasados, estamos nos aproximando perigosamente da hora derradeira. Os poucos minutos parecem demorar uma eternidade, porém, em um piscar de olhos o destino fatal pode chegar, agora não mais somente provocado por guerras nucleares. A lista ampliou-se e passou a considerar também conflitos políticos e raciais, mudanças climáticas, pandemias... e não é este o momento em que vivemos?

Ainda que não estivessem ligando os fatos às coincidências daquele dia inusitado, quatro estranhos, reunidos pelo acaso, influenciados pela ideia de que o mundo poderia estar acabando sem que eles soubessem, são levados a questionamentos íntimos sobre suas existências. O que você faria se soubesse que tudo estivesse mesmo chegando ao fim? Quais seriam seus últimos pensamentos? Admitiria, a si mesmo e aos outros, seu arrependimento por ter feito ou deixado de fazer algo? Curiosamente o simbólico — porém temido — relógio apocalíptico, que em 27 de janeiro de 2021 foi paralisado a apenas 100 segundos da meia-noite, transita entre fantasia e realidade provocando momentos de aflição e angústia, em sua implacável trajetória rumo à superposição vertical de seus ponteiros apocalípticos.

Sobre a autora: Daniela Dias Abelha Fabrin de Barros Castro, nasceu em 17/12/74 é casada, e reside em Santos, litoral de São Paulo. Formada em Publicidade e Propaganda, possui especialização em Redação Publicitária e MBA "Comunicação com o Mercado". Publicou o primeiro livro, "No Espelho do Passado", em 2012 pela Editora do Conhecimento, seguido de mais dois em 2013/2014. O primeiro romance de Ficção Científica — “Crônicas de Gaia” — veio em 2015 pela Editora Giostri e desde então não parou mais! Escreve, principalmente, nos gêneros de Ficção Científica e Mistério Espiritual. São 13 livros. Confira os títulos em:  

www.danielacastroautora.com.br


Compre aqui:

23h59: Meia-Noite da Humanidade eBook : Castro, Daniela: Amazon.com.br: Livros



9- O poder da automotivação para mulheres (Ensaio)

Aotora: Veridiana Borges: 



SinopseO Poder da Automotivação para Mulheres tem como objetivo potencializar a capacidade que toda Mulher tem de se automotivar. É um livro escrito especialmente para Mulheres que estão dispostas a agir para se tornarem Protagonistas da sua história, motivando-se de dentro para fora. Motivar a si mesma é uma atitude que pode ser aprendida e praticada por toda Mulher que deseja alterar seus resultados, logo, tudo que você precisa para atingir seus sonhos está dentro de você, só precisa ser acessado de maneira consciente.O livro apresenta 10 Atitudes Automotivadoras que transformarão a vida das Mulheres que estão determinadas a tirar seus sonhos do plano das ideias e colocá-los no plano das ações.  Com a missão de inspirar Mulheres para agirem na direção de suas metas pessoais e/ou profissionais, o livro traz, além da parte conceitual das 10 Atitudes Automotivadoras, no final de cada capítulo, uma parte prática com ferramentas para serem realizadas. Essa abordagem que une o conceito com a prática gera reflexão e possibilita mudanças de atitudes mais efetivas nas ações de quem almeja ser Mulher automotivada.

Sobre a autoraVeridiana Borges é uma sonhadora e realizadora. Deus é a sua base. A família é seu porto seguro, seu maior e melhor projeto. Uma mulher movida pela gratidão, que aprecia momentos de solitude, que percebe na natureza a beleza do Criador e nas borboletas a mais linda metáfora de transformação. Apaixonada pelas palavras, encontra na escrita uma forma de motivar e inspirar. Escritora, doutoranda em Letras, especialista em PNL, palestrante e trainer comportamental. Cofundadora do Crescere – Centro de Desenvolvimento Humano.

Compre aqui


10-  Rosa Apaixonada (Poesia)
Autora: Camila S. Lourenço 


Sinopse: Rosa Apaixonada descreve em versos as fantasias de uma rosa pura em botão, de pétalas formosas, pronta para encantar e despertar no íntimo de cada um a chama da paixão, pela vida, pelo ser, pelo viver.

Em cada poema o livro oferece várias reflexões sobre a vida, amores não vividos, virgindade, casamento, e fortes impressões deixadas na alma pelo intenso isolamento social pelo qual a autora passou na juventude.

De forma criativa a poetisa brinca com as palavras deixando no ar quais versos seriam reais ou fantasia de uma jovem sonhadora.

Permita-se cativar e seduzir-se pela delicadeza, ousadia e intensidade desse relato íntimo e atemporal, marcado pelas circunstâncias, aqueça seu coração, e embarque nas emoções desta rosa apaixonada!

Sobre a autora: Camila S. Lourenço escreve desde os 13 anos de idade. Aprecia a poesia lírica, embora tenha aprendido e testado suas habilidades com a poesia contemporânea. É formada em Administração, Recursos Humanos e é especialista em Processos de Negócios (BPM) pela ABPMP Brasil, e atua como produtora de conteúdo e ghostwriter. Desde 2010 escreve em blogs, sendo o primeiro deles: Medos Privados em Lugares Públicos, em que relata suas opiniões e ideias por temas gerais; o segundo, Diário Fragmentado, dedicado a expor suas reflexões sobre fé. Seus blogs foram terapêuticos, num período de isolamento social que viveu, por conta de uma doença chamada Epilepsia, quando por forças alheias à sua vontade, teve que ficar um período de oito anos sem trabalhar ou estudar após a conclusão do Ensino Médio

Compre aqui:

https://www.amazon.com.br/dp/6500141202/ref=sr_1_38?__mk_pt_BR=%C3%85M%C3%85%C5%BD%C3%95%C3%91&dchild=1&keywords=rosa+apaixonada&qid=1616541719&sr=8-38


12- Universitários Negros: Um desafio diário de permanência (Ensaio)
Autora: Aline Santos Ferreira  


SinopseDialoga-se tanto sobre o racismo estrutural presente e vivenciado constantemente na sociedade brasileira, mas não entendem o seu surgimento dentro do território educacional, no qual se prega a igualdade educacional para todos. Universitários Negros: Um desafio diário de permanência traz a trajetória de estudantes negros cotistas dentro de uma instituição pública de nível superior, a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia no interior baiano; por meio dela você terá a oportunidade de conhecer a trajetória de jovens negros cotistas, desde o período da conquista pela vaga até as descobertas de questões e fatores que foram decisivos em suas vidas para permanecerem na universidade.

Sobre a autora: Aline Santos Ferreira é graduada em Pedagogia pela UFRB (2013); Especialista em Gênero e Sexualidade na Educação pela Universidade Federal Bahia/UFBA (2020) e  Especialista em História da África e Cultura Afro-brasileira pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (2019). A autora é professora e pesquisa sobre os desafios dos universitários negros com recorte em gênero e raça. 

Compre aqui

https://aeditora.com.br/produto/universitarios-negros-um-desafio-diario-de-permanencia/


----------------


*Veja mais sobre a pesquisa no post “Como presentear felicidade?”:

https://www.luisanogueiraautora.com.br/2021/12/como-presentear-felicidade.html?m=1


———-

Uma ótima leitura!

______________

segunda-feira, abril 26, 2021

O melhor presente para o Dia das Mães



Dia das Mães 


No Dia das Mães faça diferente. Dê para sua mãe algo que estimule sua memória e sua criatividade. Livro é o melhor presente. 


Livros são viagens de entretenimento, diversão e algo encontrado somente na leitura: a magia da sintonia com pessoas, culturas e lugares. Quem lê sempre aumenta seu conhecimento.


Quer mais motivos para transformar seu presente em uma lembrança especial? Adquira livros com assuntos de interesses de sua mãe. 


Uma dica: O livro Balbúrdias na Quarentena não é apenas um retrato da pandemia no Brasil. Ele é um livro de leitura participativa, ou seja, ele vai além da leitura. A autora convida o(a) leitor(a) a participar de sua experiência como observadora do mundo ao seu redor, com uma linguagem bem simples. 


Veja a sinopse do livro Balbúrdias na Quarentena em: 

Balbúrdias na Quarentena ⋆ Loja Uiclap


Ou em:


https://loja.umlivro.com.br/balburdias-na-quarentena-5560489/p


.

.

.

E aí, gostou da ideia? Marque nos comentários uma pessoa que também precisa saber qual é o melhor presente para o Dia das Mães. 

.

.

.

#diadasmães #livroéomelhorpresente

sexta-feira, abril 02, 2021

Livro Letras Falam





Letras Falam é um livro de poesia. São poemas retratos de vidas e de sonhos.  

Letras Falam é de autoria de Luísa Nogueira, com capa de Sergio Ricciuto Conte, ilustrações internas de Nina Cordeiro e diagramação de April Kroes. 

Letras Falam fala com você com uma linguagem atual e simples.

Ler faz bem e sempre é o melhor em toda e qualquer situação. Livros trazem conhecimentos, lazer e cultura. 




Leia grátis em seu Kindle, ou adquira pelo  preço de um cafezinho. Dê um clique e tenha um livro ilustrado para alegrar olhos, mente e coração. 

Faça um pix e leia Letras Falam agora. Clique aqui





Letras Falam desnuda o  mundo à nossa volta e mostra que  a vida pode ser bem melhor: 




Viva melhor, leia mais. Clique e leia!

 













Leia grátis pelo Kindle ou adquira Letras Falam com um preço simbólico por aqui:


#lerfazbem
#incentivoàleitura


quinta-feira, novembro 26, 2020


 Mais um trechinho do livro. Gostou? Logo ele será todinho teu.

Obs.: Só falta uma palavra do título. Qual será? Acompanhe para descobrir.

domingo, fevereiro 07, 2016

Via Vida: Um Leque




Um leque. Uma moça com um leque. Uma moça, tatuada e com um leque. Uma moça, em um ônibus, tatuada e com um leque. Uma moça, em um ônibus, sentada em minha frente, com uma tatuagem e um leque.

A moça do ônibus não sabe. Ela não sabe que seu leque passageiro trouxe lembranças de outros leques. Muitos leques. Estilos diferentes de leques. Orientais, nacionais, de tecidos, rendas e até em forma de abano, feito com palha de coco.

Foi em setembro, naqueles dias de muito calor. Em setembro, uma moça, no ônibus, um leque balançava. O leque, acenando, ia e vinha. Cenas flutuavam no vai e vem do sopro do leque e lembranças evocavam. O sopro do leque se fez brisa e a brisa me levando me fez voar. Eu voando, no vai e vem do leque, vi. Eu vi!

Vi minha mãe sentada com seu leque azul. Com seu leque rosa rendado. Com seu leque lilás. Com seu leque-abano, feito com palha de coco. Com seus muitos leques minha mãe se abanava e o sopro da brisa acariciava sua face suave.

A moça do ônibus balançava seu leque, mas a mão já não era sua. Minha mão balançava o leque. Minha mão, indo e vindo, desenhava sorrisos no rosto amado de minha mãe. Vi outras mãos - de minhas irmãs, de minha filha... Outras mãos iam e vinham, abanando, abanando. Abanando e refrescando o tempo de minha mãe no tempo conosco vivido. 

Vai e vem; vem e vai. O vai e vem do leque é o tic-tac do relógio. No ritmo. O significado, a essência, é diferente. O leque leva o tempo em brisas que passam de cá pra lá, de lá pra cá. O relógio leva o tempo pra lá. Pra lá, pra longe. O relógio diz que vai pra lá e pra cá, tic-tac, tic-tac, mas o tempo do relógio só vai. O tempo do leque é o sopro do vento. Ele vai pra lá e volta pra cá. 

Eu vi. Vi o leque de minha mãe. A moça do ônibus, sentada em minha frente, tinha a tattoo de um pequeno pássaro voando. A moça do ônibus o tic-tac levou. O passarinho, no tempo da brisa do leque, voando, voando, um segredo me contou. O segredo do amor o passarinho me contou e um leque em minha mente tatuou. Um leque colorido o passarinho tatuou. Colorido com todas as cores, como as lembranças vindas no vai e vem das brisas do sopro do tempo do leque.

Eu vi. Vi o leque de minha mãe. E com o segredo de amor, o leque em mim tatuado ficou.


Minha filha com catorze anos fazendo pose com o leque-abano de sua avó
--------------

Miniconto baseado em fatos reais.

-------------------------------------