Mostrando postagens com marcador Natal. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Natal. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, janeiro 02, 2013

Via Vida: Desfazendo Nossas Árvores para o Início de Mais Um Ano


Início de dezembro. As festas de fim de ano se aproximam. Fazemos listas de compras, de presentes... Compras para a ceia de natal, para o réveillon... Presentes para a família, para os amigos, para os colegas de trabalho... e o amigo-secreto, não vamos nos esquecer, não é? Ahra! Meu vestido... Que brincos compro pra

quarta-feira, dezembro 22, 2010

Via Natal: Natal Maravilha


Flor Maravilha: Sino de Natal?

Vi um cartoon de Paulo Barbosa no blog de uma amiga*. É sobre a ênfase dada a Papai Noel, bem maior que o verdadeiro sentido cristão do Natal. Veja como sintetiza a verdade dos natais onde o comércio predomina, dos natais onde as crianças associam natal a presentes e a shoppings:

Cartoon de natal de Paulo Barbosa

Infelizmente, o natal, que seria uma festa cristã, é nada mais nada menos que a glória de papai noel. Ou melhor dizendo, é a celebração das vendas fantásticas, porque o natal é dos comerciantes. E nós, como as renas que conduzem o bom velhinho, seguimos a onda vermelha, voando atrás do homenzinho super bom e suuuuper generoso fantasiado com roupas, gorro e saco vermelhos... E de barbas brancas. Claro, como avô, fica bem mais confiável.
...
Mas, o que é mesmo o natal? O que significa? Incucada, querendo descobrir o verdadeiro sentido da palavra natal além da definição lógica e conhecida, corri atrás. Onde olhar primeiro? Na Bíblia, lógico, não é o que você também faria? Tenho um livro chamado Chave Bíblica (Ed. Sociedade Bíblica do Brasil, 512 pp (Não consta o local de publicação, apenas: "Impresso no Brasil, Série RA 750 - SBB - 2002 - 109M"). Nele, encontramos todos os verbetes da bíblia. Procurei a palavra natal. Para minha surpresa, não havia esse vocábulo. Vamos procurar mais? Que tal meu dicionário de sinônimos? Nada. Ah! Vamos olhar no Dicionário Etimológico - Prosódico da Língua Portuguesa. Nele, além da definição que consta em todo dicionário ("Natal - adj. Natalício, referente ao nascimento de alguém. Lat. natalis"), encontrei também: "Natal - s.m. O dia 25 de dezembro que foi reservado, pela Igreja Católica, para a comemoração do nascimento de Cristo. A data foi fixada pelo monge, Dionísio, o Curvo, e oficializada pelo papa Júlio I no IV século"**. Ainda não contente, fui buscar mais informações na graaaande enciclopédia popular, aquela de acesso fácil e rápido, o Google.

Meu Deus! "Aproximadamente 767 000 resultados!" Como fazer? Fui pela ordem lógica, ou seja, comecei olhando os mais acessados, os primeiros. Em quase todos, os que se mostravam confiáveis, havia a expressão 'festa pagã'. Saí do Google meio tonta e pensativa.

Agora as minhas conclusões: Todos nós já ouvimos o dito popular "Deus escreve certo por linhas tortas", não é verdade? As festas natalinas, de origens diversas, criadas quase todas com finalidades comerciais, mas dissimuladas em 'comemorações do nascimento de Cristo', foram sabiamente escritas nas linhas tortas traçadas pelo homem. Se o Natal é a comemoração da chegada na terra de um pedacinho do Divino e Santo, é compreensível esse caminho meio tortuoso para se atingir nossos terrenos e falhos corações. Explico: Comemorando-se o nascimento de Cristo, apesar do marketing natalino, do visível efeito compulsivo de compras e mais compras que o comércio nos impõe, há as confraternizações. As confraternizações, também incentivadas para aumentar as vendas de natal, são a redenção do verdadeiro espírito natalino. Vejo nas reuniões familiares, nos encontros de amigos ou companheiros de trabalho, uma bem-aventurança que torna todo o processo tortuoso dos negociantes em bênçãos divinas. Afinal, são famílias inteiras que se reúnem, amigos nem tão amigos assim que se abraçam, empregadores e empregados que se sentam na mesma mesa. As diferenças ficam menores, os laços de família ou de amizade se estreitam. É uma oportunidade única de se conhecer melhor aquela pessoa que não simpatizamos ou que não temos oportunidade de ver em uma outra data.

Vejo assim o Natal. Uma festa criada pelo homem, para proveito próprio, porém, sábia e sutilmente, levando nas entrelinhas algo bem mais nobre e fraternal. É o milagre do Natal!

....
Maravilha, da família das nyctagináceas.
Canteiro de maravilhas - Como as confraternizações natalinas, podemos vê-las em profusão em dezembro, pois se espalham rapidamente. 

Bonina ou maravilha, belas-noites, beijos-de-frade, jalapa, jalapa-do-mato, entre outros nomes populares. Nome científico: Mirabilis jalapa.

 Para você, um Natal com muitas maravilhas - flores e bênçãos!
....
------------
....
*Blog Renascendo, de Lau Milesi.
**Grande Dicionário Etimológico - Prosódico da Língua Portuguesa. Francisco da Silveira Bueno, Ed. Saraiva, São Paulo, 6o Volume.

------------
.....
Veja mais postagens de Natal, neste blog, em: Natal maravilha e A Flor-do-natal de Floripa. Feliz Natal!

-----------------------------------

segunda-feira, dezembro 14, 2009

Via Verde: Boas Festas com Carambolas e Romãs


Sorte de quem tem por perto pés de carambolas e de romãs. É nesta época de festas de fim de ano, em pleno verão brasileiro, que eles florescem e frutificam. Enfeitados e coloridos com suas flores e frutos, festejam o Natal e o Ano Novo.




Romãzeira - Suas folhas e flores por si só já fazem a festa: vão do verde claro ao verde escuro, passando por tons mesclados de rosa, amarelo e laranja. No meio das flores aparecem pequenas bolas verdes, com cabinhos pendurados. Verdadeiros sinos de Natal!
A romãzeira compartilha conosco sua beleza e seus frutos não apenas no Natal. Seus grãos, brilhantes como jóias preciosas, estão presentes na ceia de réveillon. Sim, eles nos remetem a alegres brincadeiras - por muitos levadas a sério: São guardados em carteiras, deixados sob os pratos e por aí vai ... E, dizem, é um sinal de boa sorte para o ano que começa.












Caramboleira - Quer um Natal bem brasileiro? Use a imaginação, enfeitando sua ceia com estrelas de carambolas. E se delicie com seu suco. Sua decoração ganhará em charme, delicadeza, colorido e originalidade. O paladar e a saúde de sua família e de seus convidados agradecerão.




Com estrelas de carambolas e jóias de romãs, fizemos, especialmente para você, este Cartão de Natal. Numa bandeja transparente o colocamos primeiro em uma mesa, sobre uma toalha branca e depois, como mostra a foto abaixo, velejando em águas azuis.


Boas Festas!
..
---------------------------

terça-feira, dezembro 23, 2008

Via Verde: Mensagem de Natal com Mussaenda-vermelha

Mussaenda-vermelha





Eu, Mussaenda-vermelha, quero me apresentar:
.......
Sou da família das rubiáceas. Meu nome científico é Mussaenda erythrophylla, mas podem me chamar de Mussaenda-vermelha ou mussaenda-vemelha-trepadeira. De onde venho? Do Zaire, na África, mas já sou bem adaptada aqui no Brasil. Sou um arbusto escandente; posso atingir até 10 metros. Floresço na primavera e no verão; logo, estou no momento toda florida, ajudando a colorir o natal.


Como vêem, bem no meio de minhas pétalas-folhas vermelhas, trago, como corola, uma pequena flor branca aveludada. Minhas folhas são verdes, indo do verde bem claro, quando novas, ao verde médio.

Fui colocada aqui, neste web espaço, para representar o Natal. Através de minhas cores, o branco, o vermelho e o verde, represento a Paz e a Alegria do Natal, trazendo a Esperança de dias melhores.
...
O Natal simboliza o nascimento de Cristo. Ou melhor, o nascer e o renascer, em nossos corações, daquele que é a essência do Amor, daquele que disse: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida"*

Que esse Amor, essa Verdade e essa Vida inundem seu coração, amigo/amiga, transbordando Paz, Alegria e Esperança aos seus!
...........

Feliz Natal!



......----Feliz Natal!

.....
------ Feliz Natal!
....
.....
.........
----------
....
---------------
....
------------------
....
Até janeiro, se Deus quiser!
.....
---------------------
....

*Jo 14.6
(João, a meu ver, é um dos mais belos livros do Novo Testamento.)


....
-------------------------
...
....
Que o Ano Novo seja o ano do Amor, da Saúde e da Paz


-------------------------

quarta-feira, dezembro 17, 2008

Via Brasil: A Flor-do-natal de Floripa

A Flor-do-natal de Floripa



Nota: Escrevemos este artigo-alerta depois das inundações de 2008 em Santa Catarina. Dezenas de cidades em todo o estado foram atingidas, inclusive, em grandes proporções, sua capital, Florianópolis.

Cattleya guttata ou Flor-do-natal¹

Florianópolis - Um pouco de geografia e de história

Imaginem uma cidade situada em uma baía, dentro de uma ilha. Edificada como num anfiteatro a 4 metros acima do nível do mar. Com morros e encostas cobertos por uma vegetação única, predominando flores raras como as orquídeas. Entre estas orquídeas, uma especial, que floresce em dezembro, por isto conhecida como Flor-do-natal. A aromática Cattleya gutata Lindley.

Não, não estamos falando de cidades de filmes românticos. Estamos falando da bela e real Florianópolis. Ou Floripa para os florianopolitanos. Cheia de orquídeas e outras lindas flores e plantas naturais de encostas.

A baía e a ilha têm o mesmo nome de seu estado: Santa Catarina. É ligada ao continente através da Ponte Hercílio Luz. Floripa é dividida em duas partes: a cidade antiga e a cidade nova. Esta é chamada de Praia de Fora.

Foi fundada em 1650, passando para vila em 1726. Em 1823 elevada a cidade.

-----------------

Descrevi uma Floripa que existia há algumas décadas. A Cattleya gutata Lindley, que era uma das orquídeas mais comuns, chamada de Flor-do-natal, era encontrada desde o estado da Bahia até Santa Catarina, atualmente sendo encontrada só em alguns poucos estados.

Hoje nossa Florianópolis é assim descrita:

"A situação litorânea e insular do município de Florianópolis propicia uma linha de costa formada por praias de águas calmas, baías, praias de mar aberto, costões, promontórios, mangues, lagunas, restingas e dunas. A ocupação urbana alterou quase que completamente sua pequena parte continental e tem causado impactos ao ambiente natural insular. Contudo, suas encostas íngremes ainda guardam características da Floresta Ombrófila Densa (Mata Atlântica) e da fauna por ela abrigada, e, nas pequenas ilhas vizinhas pertencentes ao município, ainda são mantidas condições de grande expressão ecológica.
(...........)

"Aspectos Culturais

Os primeiros habitantes da região de Florianópolis foram os índios tupis-guaranis. Praticavam a agricultura, mas tinham na pesca e coleta de moluscos as atividades básicas para sua subsistência.
(......................)

"A cidade, ao entrar no século XX, passou por profundas transformações, sendo que a construção civil foi um dos seus principais suportes econômicos. A implantação das redes básicas de energia elétrica e do sistema de fornecimento de água e captação de esgotos somaram-se à construção da Ponte Governador Hercílio Luz, como marcos do processo de desenvolvimento urbano.
...
Hoje, a área do município, compreendendo a parte continental e a ilha, encampa 436,5 km 2 , com uma população de 369.781 habitantes em 2003 (segundo estimativa do IBGE). Fazem parte do Município de Florianópolis os seguintes distritos: Sede, Barra da Lagoa, Cachoeira do Bom Jesus, Campeche, Canasvieiras, Ingleses do Rio Vermelho, Lagoa da Conceição, Pântano do Sul, Ratones, Ribeirão da Ilha, Santo Antônio de Lisboa e São João do Rio Vermelho."²

...
-----------------------.

A devastação de matas nativas não aconteceu só em Florianópolis. Aconteceu e continua acontecendo em ritmo cada vez mais acelerado por todo o Brasil e por todo o mundo. Principalmente nas grandes cidades.
....
A natureza cobra. É necessário que sejam tomadas medidas urgentes urgentíssimas para desacelerar a tomada de encostas, morros e florestas. É complexo? Sim, mas não mais que se tirar petróleo do pré-sal.
..........
-----------------
..........
..........
A Flor-do-natal de Floripa³
................
.............
A Flor-do-natal está em ti, Floripa Flor
É nativa de tuas terras
É forte e brava, não teme chuvas nem tempestades
Teme apenas a mão daquele que a destrói
....................
Destrói essa mão, Floripa Flora,
Recompondo teus rios e tuas matas, bela Flor Floripa
E verás que a Flor-do-natal renascerá em ti
Cobrindo teus túmulos, teu sangue e tua dor
...................
Porque a Flor-do-natal renasce no Natal
............
Renasce preservando teu solo, tua fauna e flora, doce Floripa Flora
Poliniza tuas árvores, fecunda tuas flores
........
Porque a Flor-do-natal simplesmente renasce no Natal
...........
Floripa Flora
........
Pólen Floripa
.........
Florianópolis

...-------------------------....
...........

¹ Foto de João de Paiva Neto - Divinópolis-MG - In:
² Dados do site da Prefeitura Municipal de Florianópolis
(Os grifos da citação foram feitos por nós):
³A Flor-do-natal de Floripa é um poema que escrevi, sensibilizada com as proporções do desastre ecológico que aconteceu em 2008, atingindo grande parte da cidade de Florianópolis.
... 
-------------------------

terça-feira, dezembro 16, 2008

Via Natal: Programação Verde de Natal


Amigo/amiga

Deixo aqui nossa Programação Verde de Natal. Ela foi feita especialmente para você:

1- "Figos", postado ontem, não poderia faltar no natal, não é mesmo? Afinal é uma fruta do mês de dezembro.
..........2- Para amanhã, quarta, dia 16, uma mensagem para Florianópolis através do post "A Flor-do-natal de Floripa"
........3- Na semana do natal teremos dois posts: dia 22, segunda, o poema "Quero Ser", que escrevi durante as Olimpíadas, e.........
4- Dia 23, terça-feira, nossa Mensagem de Natal, tendo como porta-voz uma bela da família Rubiáceas.
.............................................................................
.......Um abraço!
.........