Mostrando postagens com marcador Photo by: Luísa N.. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Photo by: Luísa N.. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, janeiro 21, 2016

Via Mensagens: Corações Valentes



Vivo cercada por árvores. Hoje, olhando para algumas delas, pensei: Corações valentes são como árvores bem enraizadas, não caem, não quebram; ventanias fazem suas folhas dançarem como bailarinas, mas seu tronco permanece sereno e firme.

-----------

Reflexão que fiz olhando as árvores de meu quintal. Publicada em meu perfil do Facebook em 08 de dezembro de 2015. 
Foto: Um angiqueiro.

------------------------------

domingo, setembro 01, 2013

Via Versos: Vi no Fundo do Mar



Quando
me
procurar
escondida
estava
no
fundo
do
mar

Entre seres que voam
Sem asas precisar
Em deslizantes bailar
Vi céus só azuis
Sem nuvens
Vi jardins dançarinos

Quando

quarta-feira, novembro 28, 2012

Via Verde: Flores do Cerrado







O Cerrado está sempre enfeitado com flores de diversas cores. Neste mês de novembro cliquei algumas delas que ficam em uma 'rua ecológica' de um condomínio de Brasília. Chamamos assim porque é uma rua que fica no final do condomínio, sem casas e com a mata nativa preservada. Há até pequis e cajus do cerrado, aqueles cajus pequenos e bem doces. Mas, ficando só na florada, deixo aqui essas flores, algumas com seus

quarta-feira, novembro 07, 2012

Via Pomar e Horta: Consumindo Saúde

Essas fotos fazem parte do álbum Frutos do Brasil, deste blog.

Consumindo frutas, consumimos saúde, principalmente se forem cultivadas 
de um modo natural, sem os tão utilizados venenos, escondidos sob os mais diversos
nomes. Se você tem o privilégio de morar em uma casa e tem um espaço - mesmo 
pequeno, colha frutas, plantando alguma frutífera. Há muitas de pequeno porte,
como

segunda-feira, outubro 22, 2012

Via Natureza: Sete Belezas da Flora Brasileira Encontradas no Cerrado

Paineira-vermelha - Flores que parecem feitas de feltro coberto com seda
Paineira-vermelha, paineira-vermelha-da-índia (Bombax ceiba L). Família das malváceas. Em época de floração cobre-se toda de vermelho. Fiz essas fotos anteontem, sábado dia 19, no Jardim Botânico de Brasília. Havia poucas flores em

quinta-feira, setembro 27, 2012

Via Vida: E fico a pensar...



Tenho na memória, desde meus tempos de estudante, esses versos da poetisa goiana Yêda Schmaltz:

"E fico a pensar:
se tudo o que é bom
é feito de dor
e de espera
deve doer tanto
o abrir-se da flor
na primavera"

É primavera. Na natureza e em nossas vidas. Há sonhos a realizar? Muitos. Porém muitos mais realizados. Vamos cuidar das flores que já se abriram?

---------------------------------------

quarta-feira, janeiro 25, 2012

Via Natureza: Uma Hora no Jardim Botânico

Árvores e plantas diversas, borboletas, pássaros, outros pequenos animais e muito oxigênio. Em apenas uma hora de passeio em algum lugar arborizado nossos pulmões agradecem. Imagine-se então em uma reserva ecológica. Não, não só sonhe. Vá mesmo a algum parque.

Domingo passado, já no finalzinho da tarde, reunimos a família e fomos fazer caminhada no Jardim Botânico de Brasília. Chegamos mais ou menos às 15:45 h. O JBB fecha às 17 h; portanto, ficamos caminhando - em rítmo de passeio - apenas um pouco mais de uma hora. O suficiente para voltarmos totalmente revigorados.

Separei algumas fotos para nosso álbum de família e outras para tentar motivá-lo a também ir se revigorar. Veja, nas imagens abaixo, flores e árvores do Cerrado - o JBB é a maior reserva mundial em espécies do Cerrado, além de uma sequência de fotos mostrando o pulo de um macaquinho, entre outras amostras de nosso passeio.


Flores do Cerrado





Macaquinhos



O pulo do macaquinho 

Árvores do Cerrado






Anfiteatro ao ar livre





Com as chuvas de janeiro, a grama e o capim crescem mais rápido. 

Gostou? Pois saiba que é somente um pouquinho desse santuário onde ainda podemos ver paisagens naturais e ouvir o canto de pássaros. Então, motivado a passear em algum recanto verde? Vale qualquer lugar onde você possa ter um contato maior com a vida natural. Bom passeio.

------------------------------------

quarta-feira, janeiro 30, 2008

Via Vida: Para Refletir e Viver

Rosa vermelha de meu jardim

Pedalando minha bicicleta-que-não-anda, ouvi as notícias desta manhã. Uma em especial me chamou a atenção: Um  senhor acorda depois de dezenove anos na UTI e seu cérebro funciona como antes. Feliz, consegue se lembrar de tudo antes do coma e vê que ritmo da vida mudou, que seus filhos cresceram e que já tem onze netos.*

Agora reflita comigo:

Mesmo depois de anos e anos em coma a vida não parou, continuou... Porque a vida não pára.
Praticando o bem ou não, a vida continua, nossos cabelos embranquecem, nosso corpo se curva diante do tempo que passa. 
E seguindo para o além, além desta vida, deixamos nossos rastros, nossas marcas, nossas impressões digitais nas mínimas ações do dia a dia:

Em uma canção de ninar

Em uma palavra amiga

Em uma música tocada ou cantada com as mãos ou a voz do coração

Em um cafuné na cabeça branca de nossos avós

Em um elogio para aquele tio ou aquela tia

Em um prato feito com carinho

Em uma flor oferecida com um sorriso

Em um "Eu te Amo" dito a alguém querido

Em um beijo dado em quem amamos

Em um “Bom-Dia” dito com alegria, a conhecidos ou desconhecidos e que enche a alma de quem o ouve, colocando sorrisos em seus olhos

Viaje com a Vida. Como? Amando, sorrindo, distribuindo carinho aos seus, para que, ao acordar, com cabelos brancos, você também possa dizer: Como é Bom Viver.

Um Bom Dia!

------------

* Um polonês surpreendeu os médicos ao acordar de um coma de 19 anos. Disse DEZENOVE anos. Não é mesmo espantoso? Ouvi essa surpreendente história no Bom Dia Brasil - noticiário matinal da TV Globo - enquanto pedalava uma bicicleta ergométrica. Não pude deixar de, logo depois, escrever o texto "Para Refletir e Viver". Veja sobre o coma do senhor polonês em: http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI1663133-EI8142,00-polones+acorda+apos+coma+de+anos.html

---------------------------