Mostrando postagens com marcador Árvores do Cerrado. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Árvores do Cerrado. Mostrar todas as postagens

domingo, fevereiro 21, 2021

Volta ao blog com fotografia

Desde o final de 2020, estamos pouco a pouco voltando a este blog. Como muitos blogueiros e blogueiras, com a expansão rápida e abrangente das redes sociais, entre 2010 e 2015, as postagens em blogs ficaram em segundo plano. Para muitos de nós era difícil, ou mesmo quase impossível, manter nossa presença aqui e lá. Principalmente para aqueles que, como nós, mostram matérias autorais, ou seja, originais.  

Hoje, com as facilidades de compartilhamentos entre as diversas plataformas, fica mais viável a continuação de posts em blogs porque, com um simples clique, nossos textos, fotos, vídeos ou gifs espalham-se pela internet. Assim, Facebook, Instagram, Twitter e demais redes são facilmente interligadas aos sites e blogs. 

Hoje trago fotos postadas no Instagram há alguns anos. Fiz essas fotos nos arredores de Brasília. Para que haja uma continuidade, nesse primeiro momento vamos intercalando postagens inéditas com posts deixados por nós nas plataformas sociais. Que nossos amigos blogueiros se animem a fazer o mesmo, para que conteúdos verdadeiros consigam ultrapassar e derrubar as propagadas e tão perigosas fake news. 

Árvore antiga do cerrado

Nota: Inauguramos, com o post “Volta ao blog com fotografia”, uma nova fase do Multivias, com o domínio.com com nosso nome. Queria deixar  apenas “luisanogueira”, mas não estava disponível. Que essa nova fase traga bons ventos aos nossos blogs. Tim-tim, gente amiga?

————-

Nota: As fotos da árvore são deste blog, de um post de 2012. Confira: https://www.luisanogueiraautora.com.br/2014/01/via-natureza-ceu-paisagens-e-formas-do.html?m=0

—————



sábado, agosto 29, 2015

Via Natureza: Brasília em Agosto

Brasília em agosto é um caos. A umidade do ar é tão baixa que os hospitais ficam lotados, principalmente de crianças e de idosos. Suas quadras, sonho de todos que gostam de andar entre belas paisagens, ficam vazias. Só podemos nos arriscar muito cedo, antes de 7:00 horas ou depois das 17:00 h. Fora desse horário é quase impossível, tamanha a secura desta parte do planalto. Bem pensaram seus fundadores ao criarem o Lago Paranoá em volta de todo o Plano Piloto.

Ontem no finalzinho da tarde fizemos uma pequena caminhada. Registramos em fotos como a seca transformou a vida de nossa cidade. Vimos a resistência das flores do ipê-amarelo a sobressaírem por entre o cinza da paisagem morta. Não por acaso ele é o símbolo do Brasil. É tão resistente quanto nós, brasileiros; mais adiante é uma mini moita de relva que insiste em brotar e florir; alguns passos depois a beleza da flor ave-do-paraíso nos encanta. Elas não estão nem aí para o clima seco do cerrado. 
Água, água! Por favor chuva boa, venha logo. Como precisamos de ti!

O ipê-amarelo sobressai entre a paisagem seca

Céu cinza e árvores à espera de uma chuva que não vem

A grama antes toda verde, agora totalmente seca

Alguns jardins continuam verdes em contraste com a paisagem seca das quadras 

Folhas secas por toda Brasília

A relva insiste em brotar e florir

A flor ave-do-paraíso continua bela; não está nem aí para a grama seca à sua volta

-------------------------------

sábado, agosto 23, 2014

Via Natureza: Crescimento de um Ipê do Cerrado

Ipê bebê em 2012
Neste post, as fotos falam por si mesmas.


Ipê-amarelo do cerrado em agosto de 2012

O mesmo ipê este ano - foto feita domingo passado

O ipê em agosto de 2014 - Está bem maior



----------------

As fotos abaixo foram feitas ontem. Nesta época do ano é assim, o amarelo do ipê colore o céu e o chão de Brasília.

Ipê-amarelo

O céu e o chão de Brasília coloridos de amarelo


Veja mais postagens sobre os ipês do cerrado, neste blog, através do marcador Ipê logo aqui embaixo.

-------------------------------------

sexta-feira, abril 04, 2014

Via Natureza: Cafuné e Carinho nas Alturas






Nosso angiqueiro sempre servindo como pouso para nossos carinhosos amiguinhos. Veja mais fotos dessas belezuras através dos marcadores "Aves do Cerrado" ou "Papagaio" logo aqui embaixo.

domingo, fevereiro 09, 2014

Via Verde: Gomeira, Uma Árvore Nativa do Cerrado

Post por nós publicado em novembro de 2012 no blog coletivo Terra, aquele abraço. Queremos acompanhar uma gomeira por um ano apesar do tempo escasso. Mas, quando a vontade é maior, o tempo apertado pode esticar, espero.  


Gomeira no início da floração - Foto feita em 02 de nov. deste ano

Foto do dia 15 de nov./2012

Foto de 15 de nov./2012

Gomeiras - Fotos de 02 de novembro

Gomeiras - Fotos de 25 de novembro

A Gomeira, árvore nativa do Cerrado, é também conhecida como goma-arábica, árvore-de-goma-arábica, gomeiro-de-minas, pau-d'água, pau-de-vinho, casca-doce, entre outros nomes populares. É da família vochysiácea, tendo como nome científico Vochysia elliptica(essa espécie das fotos). Há alguns anos vejo essa árvore de flores vistosas, mas nada sabia sobre ela. Dia 15 deste, clicando uma delas, conheci uma engenheira florestal,* que me informou seu nome. A partir daí minha pesquisa ficou bem mais fácil. Fiquei sabendo, por exemplo, que as gomeiras de Brasília são mais altas que as de outros locais do cerrado, sendo, em alguns lugares, apenas um arbusto; que medem entre 4 e 11 metros; que, assim como o eucalipto e a acácia, produzem goma, por isto chamada de gomeira, goma-arábica e árvore-de-goma-arábica e que da casca de seus frutos pode-se fazer lindas bijuterias.**   
  
 As Gomeiras das fotos deste post são das redondezas de Brasília. 
---------------
     
* Elisa, jovem Engenheira Florestal.
**Veja algumas bijuterias em: Yasaí Biojóias.
Veja também sobre a gomeira no site Árvores do Distrito Federal.

----------------------------------------------

sábado, janeiro 11, 2014

Via Natureza: Céu, Paisagens e Formas do Cerrado

Fizemos essas fotos em novembro de 2012, postando-as no blog Natureza e Viver Sustentável. Hoje, durante uma caminhada, vi  e colhi muitos pequis, fazendo um delicioso arroz com pequi, um dos pratos típicos goianos. Qual a relação do pequi com esse post? É que na última foto, a da colagem, há a imagem de um bonito cacho de pequis. Vamos conferir o céu, as paisagens e as formas do cerrado?

Céu do Cerrado
O sol do céu do cerrado deixa tudo muito claro e azul. No amanhecer ou no pôr do sol os tons de azul, amarelo e vermelho se mesclam e tudo fica parecendo um quadro de tons encantadores. Talvez por essa claridade os meses secos ficam com pouca umidade, favorecendo as queimadas que acontecem em agosto e setembro. Muitas árvores não resistem e secam, sendo isso bem mais frequente nos últimos anos.

As fotos deste post foram feitas em Brasília e em seus arredores. A do por do sol e a do entardecer da colagem abaixo fiz na BR que liga Goiânia a Brasília.

Amanhecer, por do sol e um entardecer com sol e chuva














----------------

Quer ver mais fotos de pequi? Os frutos com e sem casca? Como fazer pequi em lascas? Receitas com pequi? Confira, neste mesmo blog, através dos marcadores "Pequi" e "É tempo de..."  logo aqui embaixo.  

-------------------------------------------

quarta-feira, janeiro 01, 2014

Via Natureza: Flores do Jambeiro





Quem ainda não viu um jambeiro florido está perdendo um dos mais belos espetáculos que a natureza nos oferece no início de cada ano. Suas flores, como pompons de um rosa-choque intenso, apesar de serem muitas, ficam quase ocultas entre suas folhas. Elas, ao contrário de muitas outras que nascem na ponta dos galhos, ficam no meio deles. São tímidas, escondendo-se? Só podemos ver sua beleza ao nos aproximarmos. Paralisados, queremos ver mais, ficando debaixo de sua frondosa copa. Quando fizemos essas fotos o chão estava forrado de pétalas e estames. Confira e procure algum jambeiro nas redondezas de sua casa. Seus olhos e sua mente agradecerão. 










Feliz Ano Novo!

--------------

Veja também neste blog o post Jambo, uma Frutinha da Cor do Brasil.

--------------------------------

sexta-feira, agosto 16, 2013

Via Natureza: Imagens Daqui e Dali (4 de 4)


Quaresmeira sob o céu azul de Brasília

Samambaia

Vinca ou boa-noite

Trepadeira que encontramos na calçada de uma casa nas proximidades de onde moramos. Alguém sabe seu nome?

Flores de um arbusto popularmente conhecido como espirradeira. Família das apocináceas. Seu nome científico: Nerium oleander L. Apesar de ser uma planta tóxica, é bastante utilizada para enfeitar praças e jardins. Recomenda-se não plantá-lo em lugares por onde passam crianças e animais domésticos. 

Dália (Notou o pequeno inseto?) 

Tumbérgia-azul (Família das acantáceas. Thunbergia grandiflora).

Ipê branco de agosto enfrentando nosso clima seco

Angico do cerrado. No inverno ele perde todas suas pequenas folhas. Enquanto se renova, aparecem quase ao mesmo tempo cachos e mais cachos de minúsculas flores.*
O olhar do Lulu

---------------

*Veja também: Angico - As primeiras flores deste ano, Angico - Tronco e Angico - Folhas.

---------------------------------

quinta-feira, agosto 15, 2013

Via Natureza: Imagens Daqui e Dali (3 de 4)

Escova-de-garrafa

Agave

Banana-de-macaco

Guarda-chuva sob guarda-chuva - Qual é o nome dessa árvore?

Emaranhado de galhos secos na seca do cerrado

Cinerária

Begônia

Árvore do cerrado - Você sabe seu nome?

Enfeites de jardim

-------------------------------