Páginas

sexta-feira, abril 01, 2011

Via Vida: Loucura Passageira


O cartaz no ponto de ônibus anuncia...
...quem é a passageira...

Entrada Emergencial

O banco com um criativo mosaico feito com pequenos pedaços de azulejos...

...mostra a 'Entrada Emergencial'...

Mosaico do lado de dentro do ponto...

Parte do mosaico do lado direito, por fora... Veja-o por inteiro no post anterior.

Minibiblioteca livre do lado esquerdo...

...Uma das muitas minibibliotecas encontradas em pontos de ônibus do Plano Piloto de Brasília.

Esse ponto de ônibus fica na Avenida L2 Norte, em Brasília, um dos pontos de ônibos de acesso à UNB. A minibiblioteca* livre não foi criada por nenhum político, mas por um homem humilde, o açougueiro Luiz Amorim. Ele queria e quer dar aos outros o acesso à leitura, oportunidade que não teve antes de aprender a ler aos 16 anos de idade. Já a revitalização do ponto de ônibus foi ideia dos usuários da ONG Inverso,** que funciona com voluntários das mais diversas áreas profissionais, orientando e apoiando pessoas com problemas mentais. Ela é coordenada pela Assistente Social Eva Faleiros, conhecida em todo o Brasil por sua dedicação à Saúde Mental.

Entre as diversas oficinas da ONG Inverso está a Oficina de Mosaico de Idéias. Seu coordenador, o Psicólogo Thiago Petra da Motta Campos, diz no jornalzinho montado e editado pelos usuários e voluntários da Inverso: "O projeto da Oficina mostra que assim como o mosaico junta diferentes pedaços para formar uma figura, que diferentes expressões podem viver juntas em harmonia."  Um dos usuários, Carlos Augusto da Cunha Vasconcelos, explica: "Acho que foi no ano de 2007. Eu não tinha nenhum conhecimento sobre o que era e nem como se fazia um mosaico, até que o coordenador da Oficina, o psicólogo Thiago, começou a me ensinar como montar uma peça de mosaico. Desde então começamos a montar peças utilizando pedaços de azulejos, que são quebrados e colados num desenho, realizando um trabalho em conjunto". 

Alguns pensamentos dos usuários da Ong Inverso:
  • Sobre o Lobo Guará: "Acho que sou um pouco o Lobo Guará³, vagando sozinho pelos campos verdes. Só que meu campo é azul, onde vibram as ondas do Universo. "Navegar é preciso" e viver também é preciso. Quero navegar na chama azul, mas não apenas como o Lobo Guará. Quero, às vezes, também ter um comandante no meu barco para dar a direção certa quando me sentir perdida" (Jussara da Hora).
  • Dedicação: "Como se dedicar às coisas? Fazer com paciência, calma e esforço. Agir conforme a sociedade quer, sem ultrapassar os limites e deveres dos outros que estão à nossa volta. Dedicar-se é saber fazer com prazer e façamos com muito amor e consciência. Dedicar-se com força de vontade e ser com otimismo, simplicidade, humildade espiritual e paz. Concluindo: a dedicação é algo concreto" (Fabiano J. de Castro Rosa).
  • Depressão: "Depressão é uma prisão de ventre. Haja purgante!!! (Paula Frassinete). "Depressão é uma dor visceral, intraduzível. É a total falta de humor" (Paula Frassinete). "Depressão é uma desconexão com a vida e um mergulho na morte" (Paula Frassinete). "Depressão não é falta de sal, é dependência de açúcar" (Fabiano). "Depressão é como a campainha quando se toca e ninguém atende" (Fabiano). "Depressão não é uma forma de se sentir; é se sentir com ela" (Fabiano). "Depressão é como o cigarro; incomoda o vizinho" (Fabiano). "Depressão é uma dor tão desproporcional e intocável que ninguém é capaz de imaginar o tamanho do transtorno sentido" (Therezinha). "Depressão é como o filho de pais separados; grita e ninguém escuta" (Therezinha). "Depressão e solidão são primas legítimas" (Misael). "Depressão é achar e sentir que a vida não tem continuidade e nem saída" (Luiz).    

*As Minibibliotecas nos pontos de ônibus de Brasília, projeto idealizado em 2007 pelo açougueiro Luiz Amorim, faz parte do projeto Parada Cultural, implantado em mais de quinze paradas de ônibus. As pessoas pegam os livros, lendo no local ou levando para casa. Segundo seus organizadores, apenas 2% dos livros são danificados ou não devolvidos.   
**ONG Inverso: http://www.inverso.org.br/   

---------------

Vamos refletir sobe a Saúde Mental no Brasil? 

--------------------------