quinta-feira, julho 16, 2009

Via Versos: No Plantar de Sonhos














Plantei plantas e plantei sonhos
E juntos, plantas e sonhos
Cresceram e frutificaram
Hoje colho cestos
De mangas e de pitangas
Canções de sabiás e de violas
Cores de céus e de romãs
Pedaços de arco-íris em borboletas
Sinfonias aladas em gorjeios
Num canteiro de cantos
Cores e asas
Meu viver se plantou
....
E os pássaros... Ah! Os pássaros...
Cantam ao raiar do dia
Cantam ao meio dia e ao entardecer
Com o nascer do sol
Saúdam um novo dia
Ao meio dia
Celebram a vida
Ao entardecer
Cantam canções de ninar e Ave-marias
...
Meus sonhos criaram asas
Depois de andar
E labutar na terra
Voaram semeando
Em terras distantes
Hoje os colho dentro de mim
...
----------------
..
Amigo/amiga, que a semente de meus sonhos seja plantada em você. Que nasçam em seu jardim muitas plantas, amigos e canções.

------------

Nota: Quando escrevi este texto, há alguns anos, fiz em ppt, com muitas imagens e animações. As letrinhas caíam, voando como pássaros. Hoje o adaptei, sem PowerPoint, especialmente para você, leitor deste blog.
.....
Tenha um doce plantar de dia!
------------------.
...
Próximo post: Flor-da-fortuna, dia 20, segunda-feira, no Via Verde. Até lá!
....
---------------------------------

16 comentários:

João Esteves disse...

A versão em power point sem dúvida ficou muito bonita, mas enfim são só efeitos. Em essência nada perdemos nós, leitores do Multivias. A forma atual é não só satisfatória. É muito bonita, também. De importante, a conclamação a todos nós plantarmos. Sim, plantar é preciso. Reflorestar, onde o caso. Sua missão auto-imposta vai-se cumprindo neste prosseguimento de cliques e blogadas, na semeadura e rega e tudo até colher. Nobre esta causa.

Doroni Hilgenberg disse...

Luiza,

maravilhoso poema que s ecompleta nas lindas fotos.
A natureza é o sonho que a gente transforma em realidade.
bjs

Luísa Nogueira disse...

Já estava com saudades, Neo-orkuteiro! Trabalhar com o PowerPoint é muito bom, realmente eu gostava...

Luísa Nogueira disse...

Oi, Doroni, obrigada pelas palavras, amiga!
bjs

Sonia Schmorantz disse...

As imagens são lindas e o que hoje colhes é muito bonito, como o poema que escreveu...
Ótimo final de semana
beijo

sueli schiavelli jabur disse...

lu, minha querida amiga, que coisa mais linda, pode ter certeza sua semente já está germinada em meu coração,muito lindo, bjs

Ricardo e Regina Calmon disse...

Amadérrima Luísa,em pleno chuvoso e frio inverno,exalar primavera intensa,sob acordes de poema seu consegues,com ternura e doçura própria de uma abelha rainha!
Amei!

Bzu mãos suas !

Viva Vida!

Brad disse...

Olá Luiza !,
Suas fotografias da borboleta são muito bonitas.
Eu tenho um pouco surpresa para você. Obrigado muito adicionando minha link.
Brad

Amar sem sofrer na Adolescência disse...

Muito belos os seus versos. Lindas imagens o acompanham além das que o próprio poema nos induz a imaginar. Parabéns!!!
bjos

jjLeandro disse...

OLá, votei em seu blog no TOP BLOG

Luísa Nogueira disse...

Sim, Sonia, colhemos o que plantamos... Obrigada pelas animadoras palavras!

Luísa Nogueira disse...

Que bom, Sueli, receber sua visita...

Luísa Nogueira disse...

Amado Calmon, ternura e doçura são características próprias de uma linda pessoa chamada... Calmon!!!!!!!!!!!!!

Luísa Nogueira disse...

Oi, Brad, que bom que você já esteja de volta... E, como sempre gentil, não é mesmo, amigo?

Luísa Nogueira disse...

Seja bem-vinda, Stella!!!

Luísa Nogueira disse...

Obrigada pelo voto, Leandro!