segunda-feira, novembro 10, 2008

Via Verde: Tempo de Caju

Tempo de Caju









Vou tentar não usar adjetivos; pelo menos não tantos, porque é quase impossível não usá-los diante da transformação de um cajueiro prestes a nos dar, gratuitamente, seus frutos tão... imaginem o que iria dizer. Eu disse 'transformação'? Engano, são muitas transformações. Vamos acompanhá-lo - o cajueiro e suas mudanças?

Primeiro, aparecem os botões...

...que se abrem em flores, no início brancas,

alguns dias depois em bouquets avermelhados, com as pontas pintadas de pequenos pontos cor vinho...

Mais alguns dias e já podemos ver as castanhas, ainda verdes, com hastes redondas ou, como as da foto, compridas...

... e os cajuzinhos verdes, rosas, amarelos ou vermelhos se multiplicam...


enchendo os olhos de todos que os veem...

...loucos para abocalhar pelos menos um...

Ou para bicá-los! E depois, com aquele doce gostinho descendo goela abaixo, descansar em seus galhos cheios do vigor de dias de sol e da poesia de noites de luar.


++++++++++++++++

Curiosidade: A verdadeira fruta do cajueiro é, na verdade, a castanha. A parte que chamamos 'caju' constitue um pseudofruto ou pendúculo floral.

+++++++++++++++++

O caju vem do cajueiro ou 'pé de caju'. É uma fruta tipicamente brasileira, geralmente da região litorânea; é muito cultivado no Nordeste do Brasil, cuja colheita se faz de agosto a janeiro. Rico em vitamina C, pode ser consumido em sucos, doces, sorvetes, passas, licores ou ao natural. No livro Guia Completo de Nutrição, pode-se ler: "... ajuda a fortaleceer o sistema imunológico, retarda o envelhecimento, reduz o risco de doenças, como câncer e infarto, e ainda tem poder de fogo contra bactérias oportunistas. (...) Seus altos índices de vitamina C sempre lhe conferiram o título de aliado contra gripes e resfriados. Se fosse só isso já estaria muito bom. Ocorre que o cajú afasta outros males, pois tem efeito protetor sobre as células do sistema imunológico. Isso porque o selênio e os compostos fenólicos da fruta são capazes de capturar os famigerados radicais livres, que prejudicam as ações de defesa do organismo"*

-------------------------

*Guia Completo de Nutrição - Saúde é Vital, Editora Abril, São Paulo, 2005, p. 122.

--------------------------

Nenhum comentário: