Mostrando postagens com marcador Dracenas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Dracenas. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, julho 26, 2010

Via Verde: Folha Santa - I

Flores fechadas e folhas da folha-santa. Ao fundo, um muro recoberto com a planta unha-de-gato.

O que mais amo nessa planta, a folha-santa, além da beleza de suas folhas, são suas flores (são flores?). No início, antes de abrirem, parecem cápsulas que, ainda verdes, podem ser 'pipocadas', pois, ao apertá-las, emitem um ligeiro som de estouro. As fotos de hoje são de cachos de suas flores ainda amadurecendo. Vou, numa segunda etapa, mostrar também suas flores já abertas e, depois, a reprodução através, apenas, de uma folha. 



Flores fechadas da planta folha-santa. Ao fundo: Agave

Cachos de uma planta da família das crassuláceas - Folha-santa. Ao fundo: Agave, dracena e palmeira açaí.

Folha-santa (Bryophyllum calycinum). Família das crassuláceas. Sua reprodução é bem fácil: de qualquer pedaço de algum galho podem nascer várias mudas. Uma só muda em pouco tempo transforma-se em uma moita.  É uma planta medicinal. 

——-
Informações medicinais: Segundo o site Tua Saúde, usa-se a folha-santa para problemas do estômago como dor e indigestão, além de possuir “efeito anti-inflamatório” e ser cicatrizante, entre outras utilizações. Confira: 


-------
Atualização:
Achei importante deixar o link de um estudo desenvolvido pela USP sobre a folha-santa. Os pesquisadores tentam comprovar sua eficácia em tratamentos de úlcera:


——————-

segunda-feira, maio 31, 2010

Via Verde: Dracena Fragrans, A Bela da Tarde


Quando cito no título A Bela da Tarde, não quero falar sobre aquele filme com Catherine Deneuve. Falo de minhas dracenas. Elas não se enfeitam para saírem à tarde, como a personagem do filme, mas para ficarem. Ficam e dão um show de charme e originalidade ao lugar onde estão. Pela manhã são simples cachos marrons, parecendo aqueles espinhosos dos pés de urucum*. Por volta do meio dia resolvem se enfeitar, lentamente como não querendo mostrar de uma só vez toda sua delicada beleza. Continuam marrons? Não, não, começam a ficar pintados de branco até a parte marrom ficar quase escondida. São centenas de pequenas e perfumadas flores brancas. A explosão em flores continua até o anoitecer. À medida que o dia nasce, elas novamente se fecham. Seu perfume lembra o da flor dama-da-noite, porém mais suave. Confira as fotos que fiz, no decorrer do dia. 

Pela manhã


Ao meio dia elas começam a ficar 'inchadas', explodindo em flores no final da tarde...


Cachos e mais cachos com pequenas flores brancas, no meio do verde intenso das folhas finas e alongadas.




Dracena, dracena fragrans, coqueiro-de-vênus, pau d'água (Dracaena fragans). Família das liliáceas. O nome 'pau d'água' é devido a facilidade que seu tronco tem em brotar, mesmo cortado em pequenos pedaços. Coloca-se pedaços do tronco dentro de alguma vasilha com água** e logo estarão prontos para o plantio. É uma planta que atinge de 5 a 6 metros de altura, muito decorativa. É de fácil cultivo, não necessitando muitos cuidados. Há dracenas bicolores: suas folhas são amarelas no centro e verdes nas bordas. As minhas são somente verdes.

------------

* Veja quatro postagens com Urucum através do marcador urucum.

**Troque sempre a água para evitar o mosquito da dengue.

---------------------------