quarta-feira, agosto 26, 2009

Via Natureza: A Borboleta Azul - 2



Trabalhamos durante este mês com o tema azul. Foram três flores e um pássaro azuis; hoje trazemos uma borboleta. É uma reedição do dia 23 de setembro de 2008. Dois motivos nos levaram a reeditar esse post: Primeiro, a cor da borboleta. Segundo, o período de estiagem do ano passado. Vejam, nele falamos sobre a grama seca pela falta de chuva. Estávamos no final de setembro. Este ano, Graças a Deus, as chuvas apareceram mais cedo. Hoje está chovendo. O cerrado é assim nesses meses de seca. Todos esperam a chuva a partir do início de agosto, mas é raro isso acontecer. Nos últimos anos ele só dá as caras em setembro. E depois do dia 20.

Confiram o que escrevi em 2008:
...
Recentemente temos visto bons filmes nos canais de televisão. A Borboleta Azul é um deles. É baseado em um fato da vida real. Conta a história de uma criança com câncer, sem esperança de sobrevivência. Ele - é um menino - sonhou com uma borboleta azul e queria porque queria ver uma. Um amigo, professor de botânica, levou-o a uma floresta tropical para procurarem a rara borboleta.
Depois de muitas aventuras correndo atrás de borboletas, o menino consegue realizar seu sonho. Diz o filme que o menino ficou curado, com exames que comprovaram isso. É a fé colocada em prática. No caso, a fé na cura, mesmo tendo como agente motivador uma simples, porém linda, borboletinha.
Terminado o filme, todos que o viram comigo, entre eles duas jovens, não se cansaram de elogiá-lo. E tinham visto 'sem pestanejar', não perdendo um só minuto.
Conclusão: Não é preciso tiros, lutas, explosões, mortes ou efeitos especiais distorcendo a imagem, para que um filme conquiste o público. Nota dez para a história, nota dez para a fotografia e dez multiplicado por dez para o retorno aos bons filmes.














Nota: Estas três fotos (na verdade duas, porque a primeira foto é a mesma da última) foram tiradas no último dia 14, dois dias depois do filme. É uma linda e minúscula borboleta azul achada por minha filha, na grama seca de nosso jardim. (A grama está seca pela falta de chuva.)"

----------

Notas: 1- Por que agosto tem que ser visto sempre como 'um mês ruim'? Escolhemos a cor azul para este mês justamente para tentar mudar essa visão distorcida e preconceituosa. 2- No post Onde estão as chuvas de agosto? falamos sobre o período de estiagem cada vez mais prolongado. O ano passado, como prova nosso post de setembro, foi terrível! Para nossa sorte este ano foi bem melhor. Sexta-feira, dia 21, caiu a primeira chuva aqui em Brasília. Viva o sol, mas também, viva a chuva.

------------------------

4 comentários:

Unknown disse...

"O homem não tem por herança mais que a imaginação; ninguém vê as coisas como elas realmente são. Àquele que te pergunta: ' O que farei?'responde: "Não faça como sempre tem feito; não ajas como tens agido até agora." Farid ud- Din Attar.
Pois é, hoje eu tive essa sensação percorrendo a minha mente. Com muito prazer, obrigado. Beijos.

Unknown disse...

Amiga Luísa N.
Amei que vc tenha repetido o Post sobre a borboleta azul. Não tive a oportunidade de ver a primeira edição e agora essa chance foi única. Amei!
Um abraço e tudo de bom!

Canta AMBiente disse...

Oi Luisa, tudo em seu blog é sempre muito lindo! Adorei as hortênsias e o pássaro azul...
Parabéns!
Angélica

Anônimo disse...

Nice butterfly.