Mostrando postagens com marcador Natureza. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Natureza. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, setembro 14, 2015

Via Mensagens: Aprender para Ser

Iniciamos hoje a série Aprender para Ser. São pequenas mensagens editadas em fotos. Elas farão parte da Via Mensagens. Espero que gostem e também que sejam úteis como forma de comunicação entre amigos.












Confira outras mensagens em fotos clicando em Via Mensagens, logo aqui embaixo.

-------------------------------------

sábado, agosto 29, 2015

Via Natureza: Brasília em Agosto

Brasília em agosto é um caos. A umidade do ar é tão baixa que os hospitais ficam lotados, principalmente de crianças e de idosos. Suas quadras, sonho de todos que gostam de andar entre belas paisagens, ficam vazias. Só podemos nos arriscar muito cedo, antes de 7:00 horas ou depois das 17:00 h. Fora desse horário é quase impossível, tamanha a secura desta parte do planalto. Bem pensaram seus fundadores ao criarem o Lago Paranoá em volta de todo o Plano Piloto.

Ontem no finalzinho da tarde fizemos uma pequena caminhada. Registramos em fotos como a seca transformou a vida de nossa cidade. Vimos a resistência das flores do ipê-amarelo a sobressaírem por entre o cinza da paisagem morta. Não por acaso ele é o símbolo do Brasil. É tão resistente quanto nós, brasileiros; mais adiante é uma mini moita de relva que insiste em brotar e florir; alguns passos depois a beleza da flor ave-do-paraíso nos encanta. Elas não estão nem aí para o clima seco do cerrado. 
Água, água! Por favor chuva boa, venha logo. Como precisamos de ti!

O ipê-amarelo sobressai entre a paisagem seca

Céu cinza e árvores à espera de uma chuva que não vem

A grama antes toda verde, agora totalmente seca

Alguns jardins continuam verdes em contraste com a paisagem seca das quadras 

Folhas secas por toda Brasília

A relva insiste em brotar e florir

A flor ave-do-paraíso continua bela; não está nem aí para a grama seca à sua volta

-------------------------------

sexta-feira, abril 04, 2014

Via Natureza: Cafuné e Carinho nas Alturas






Nosso angiqueiro sempre servindo como pouso para nossos carinhosos amiguinhos. Veja mais fotos dessas belezuras através dos marcadores "Aves do Cerrado", "Papagaio" ou “Periquitos”, logo aqui embaixo.

segunda-feira, setembro 05, 2011

Via Natureza: Guapuruvu em Três Cliques





Lagos e plantas, uma combinação perfeita para estes dias secos.*
Árvore de flores amarelas: Guapuruvu. Veja também, neste blog, A Beleza Amarela do Guapuruvu .
Uma ótima semana com muito verde!

---------------

*A região Centro-Oeste está sem chuvas há quase 100 dias. A umidade relativa do ar já chegou, em um ou dois dias, a 10%. Segundo os jornais, em Brasília há cerca de 50 queimadas por dia. Passando estes dias pela estrada que liga Brasília a Goiânia fiquei apavorada com tanto fogo e fumaça. Quem pode acudir?

------------------------------------

segunda-feira, abril 11, 2011

Via Natureza: Aranha e Flor

Na natureza, animais e plantas convivem em harmonia 

-----------------------------------

segunda-feira, abril 04, 2011

Via Natureza: Escondidinhos - Procure a Borboleta!

Veja como sou charmosa!



Amo o sol, ele me aquece...

Aqui, estou no alto de uma pitangueira...

Para estas fotos, fui uma boa modelo, apesar de ter mudado de posição e de lugar algumas vezes. Veja, já estou entre as folhas do pé de pitanga... 

Agora que você já me conhece, vamos brincar de pique-esconde?

Estou escondidinha nestas duas últimas fotos. Se você me achar...

...você é...

...meu amigo/ minha amiga! 

Uma semana com muitas borboletas e pitangas!

------------------------------

terça-feira, fevereiro 22, 2011

Via Natureza: Quaresma com Quaresmeira





Fotos feitas em Goiânia.

------------------------------

segunda-feira, setembro 20, 2010

Via Verde: Flor-canhota





Flor-canhota (Scaevola aemula). Família das goodeniáceas. É originária da Austrália. São flores lindas, diferentes e... canhotas. Isto devido ao seu formato. Têm cinco pétalas, todas agrupadas de um mesmo lado, parecendo  mãos. Ficam muito bem em vasos suspensos ou em jardineiras, mostrando suas flores brancas, azuis e lilases. Estas das fotos encontrei em uma floricultura. 

Uma florida semana! 

---------------------------

quarta-feira, setembro 15, 2010

Via Natureza: Observar a Natureza é uma Ação Sublime



Observar a natureza é viver em paz consigo mesmo. Observar a natureza é se colocar dentro dela, protegendo-a. Observar a natureza é viajar pelos caminhos da criação divina. É sublim(e)ação.   

Vamos seguir nosso caminho observando e protegendo os lugares por onde passamos?

--------------------------

segunda-feira, setembro 13, 2010

Via Verde: Folha-santa - III


Aqui está um exemplo de brotação múltipla da folha-santa: várias mudas saindo de uma única folha. Esta folha estava na própria planta. Mas, já vi muitas folhas brotando depois que caíram.


Um outro exemplo: Retirei uma folha grande da planta e enterrei seu cabinho na terra de um vaso. Algumas semanas depois, ela começou a brotar dos dois lados, em diferentes gemas.   


Frente e verso de uma folha brotando.





Estas duas folhas estavam caídas debaixo da planta-mãe. Uma em contato direto com a terra e a outra sobre folhas secas. Vejam: a primeira enraizou bem, permanecendo verde. A outra, apesar de estar secando e sem contato com a terra, também enraizou, porém suas raízes ficaram brancas. Isto mostra o grande potencial ativo da composição dessa planta.




Há pesquisas em várias partes do Brasil sobre esta e outras plantas, creio eu. Mas, será que essas pesquisas tentam, a fundo, descobrir os variados efeitos dos elementos de sua composição? Há recursos para isto, como há para as campanhas eleitorais milionárias? Fica a pergunta e o o resumo de uma pesquisa da Unicamp sobre a reprodução de plantas desse gênero:

Na Biblioteca Digital da Unicamp podemos ler: "Resumo: As espécies da família Crassulaceae se caracterizam por apresentar folhas com gemas capazes de se desenvolverem formando, por reprodução vegetativa, plântulas idênticas a planta-mãe. Na espécie estudada, Bryophyllum calycinum Salis., a brotação de tais gemas epífilas, ocorre somente quando a folha é destacada da planta-mãe. O objetivo deste trabalho foi a de estudar alguns fatores que controlam a brotação das gemas epífilas. De acordo com os resultados obtidos, verificou-se que o caule exerce uma grande influência inibitória sobre a brotação. Há indícios de que substâncias translocadas ascendentemente pelo caule é que estariam inibindo a brotação das gemas. Tais substâncias poderiam ser reguladores de crescimento. Dos reguladores de crescimento testados, somente GA3 e mais efetivamente 6-BA, inibiram a brotação das gemas epífilas quando aplicados em estacas e discos foliares. Portanto, fatores endógenos à planta estariam controlando a dormência e brotação das gemas epífilas de B. calycinum" ( In: UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Biologia Vegetal - Instituto de Biologia - Orientador: Ivany Ferraz Marques Valio).

-----------

Nota: Veja mais neste blog, sobre a folha-santa, através do marcador "Folha-santa", logo aqui embaixo. 

-----------------------------
Atualização (setembro de 2021):
Uma folha gigante da folha-santa. Veja as fotos e os minivídeos abaixo e também através da postagem “Folha-santa gigante”:



Folha-santa gigante 

Folha gigante da folha-santa 



————

quarta-feira, setembro 08, 2010

Via Natureza: Fazendo Charme


Oh meu! Esses humanos nos tiraram as matas e agora não nos deixam sossegados nem mesmo nas árvores de seus quintais. Eu escondidinho aqui e aquela intrusa me olhando...



Olha, estou em sua frente. Vai encarar?



Hummm... Parece que ela é de paz...


Pode clicar... Estou bem assim?


--------------------------

segunda-feira, setembro 06, 2010

Via Verde: É tempo de Jabuticaba

Uma jabuticabeira florida

Se você ainda não viu  uma jabuticabeira florida, não foi por falta de florações dessa planta. Ela floresce e frutifica entre agosto e setembro. Sua floração pode ser vista também entre janeiro e fevereiro, ou seja, duas vezes por ano. E mais: Em certas regiões, como é o caso da Região Centro-Oeste, suas flores começam a aparecer já no final de junho. Veja a data das duas primeiras fotos. Seus galhos marrons ficam cobertos de pequenas flores cremes, quase brancas, mais parecendo enrolados em algodão natural.  

Galhos de uma jabuticabeira cobertos de flores

No passar dos dias aparecem pequenos frutos verdes. Quando crescem - ficam com mais ou menos um centímetro de diâmetro - começam a escurecer. Maduros, têm uma coloração arroxeada, bem escura. 






É o terceiro ano que este pezinho de jabuticaba frutifica. Apesar de novo, ele se enche todo de bolinhas escuras, seus saborosos frutos.


Jabuticaba, jabuticabeira (Myrciaria cauliflora). Família das mirtáceas. É uma planta originária de nosso país, sendo nativa da Mata Atlântica. Pode ser vista em vários estados brasileiros, como por exemplo Minas Gerais, Goiás, Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro. Ela pode atingir até 8 metros de altura. Pesquisando, descobri que é rica em ferro, contendo também cálcio, fósforo e vitamina C. Além de seus frutos serem saborosos in natura, podem ser consumidos em doces, geléias, mousses, molhos e pratos salgados. Sua propagação se dá por sementes, enxertia ou estaquia.*


------------

*"A enxertia é um método de obtenção de novas plantas pelo processo assexuado de multiplicação vegetativa, com a intervenção humana. Consiste em transplantar uma muda chamada cavaleiro ou enxerto, em outra planta denominada cavalo ou porta-enxerto, provida de raízes. O cavalo e cavaleiro devem ser de plantas da mesma espécie ou de espécies próximas." In: redescola.  "A estaquia é um dos métodos de propagação de plantas mais utilizados. Muitas plantas inclusive só podem ser multiplicadas economicamente através deste método. Ou porque produzem sementes pouco férteis ou porque raramente". In: Jardineiro.net.

---------------------------