Mostrando postagens com marcador Planeta Terra. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Planeta Terra. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, abril 22, 2021

Dia do Planeta Terra


Ilustração do alto (no balão): Parte da ilustração da capa do livro Balbúrdias na Quarentena, capa criada pelo artista plástico Sergio Ricciuto.

O sol nasce para todos, as plantas nascem sem rótulos e os rios, as fontes  e os mares oferecem água para quem por eles passam. Tendo por base essas verdades, o que nos afastou delas?


Somos mais de 7 bilhões de pessoas em situações às mais diversas. Gente como a gente, porém vivendo em extremos. 


Extremos de pobreza, onde a fome, a falta de saneamento básico e a falta de conhecimentos elementares matam. 


Os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), aprovados por unanimidade durante a Cúpula das Nações Unidas de 2015, falam exatamente sobre as soluções que podem levar a um crescimento sadio, sem os extremos sociais e econômicos. 


O que disseram todas as nações naquele dia histórico, significa: 


Para haver a continuidade da vida na Terra, precisamos repensar nossos modos de vida, SEM POBREZA E SEM FOME. Sim, estes são os dois primeiros objetivos dos ODS: sem pobreza e sem fome. Ou seja, ou mudamos toda a estrutura até hoje formada, onde consumismo anda ao lado de degradação e poluição ambiental, ou todos sofrerão as consequências climáticas advindas do modo desorganizado, desumano e inconsequente do mundo contemporâneo. 


Sustentabilidade 


Os 17 ODS se baseiam no ser sustentável e no desenvolvimento sustentável. 


Em sua etimologia, sustentabilidade vem de sustentável que, por sua vez, vem de sustentar. 


Sustentar é equilibrar, estar em harmonia, ter estabilidade.

Já o desequilíbrio, segundo o dicionário Aurélio on-line (3) é: "deficit, desarmonia, instabilidade, desigualdade".


É preciso que todos os seres estejam em equilíbrio em relação uns aos outros.   


Como alcançar esse equilíbrio? Através de uma consciência ecológica. Refletir e agir sobre questões sustentáveis e sensibilizar as pessoas sobre a importância da conservação do planeta, são pontos primordiais. Para isto é necessário que todos tenham um patamar de vida saudável; que empresas priorizem parcerias, repensem modos de produção com menos gastos e mais pesquisas para uma poluição zero; que organismos públicos e privados trabalhem com igualdade de direitos e de deveres. 


Os 17 ODS 


Sei que será longo falar sobre cada um dos objetivos, mas no Dia da Terra é primordial difundir, ou pelo menos citar, os ODS, para que mais pessoas se sensibilizem sobre a importância da sustentabilidade, seja ela ambiental, social ou econômica.    


Os 17 Objetivos

 Objetivo 1 - Sem pobreza: "O crescimento econômico deve ser compartilhado para criar empregos sustentáveis e promover a igualdade."

Objetivo 2- Fome Zero: "O setor de alimentos e agricultura oferece soluções fundamentais para o desenvolvimento, e está no centro da erradicação da fome e da pobreza."

Objetivo 3- Boa saúde e bem-estar: "Capacitar as pessoas a viver uma vida saudável e promover o bem-estar de todas as idades é essencial para o desenvolvimento sustentável."

Objetivo 4- Educação de qualidade: "Obter uma educação de qualidade é a base para melhorar a vida das pessoas e o desenvolvimento sustentável."

Objetivo 5- Igualdade de gênero: "A igualdade de gênero não é apenas um direito fundamental, mas também uma base necessária para um mundo pacífico, próspero e sustentável."

Objetivo 6- Água limpa e saneamento: "Água limpa e acessível para todos é uma parte essencial do mundo em que queremos viver."

Objetivo 7- Energia limpa e acessível: "A energia sustentável é uma oportunidade para transformar vidas, economias e o planeta."

Objetivo 8- Trabalho decente e crescimento econômico: "Precisamos rever e reorganizar nossas políticas econômicas e sociais para eliminar completamente a pobreza."

Objetivo 9- Indústria, inovação e infraestrutura: "Investimentos em infraestrutura são fundamentais para alcançar o desenvolvimento sustentável."

Objetivo 10- Redução da desigualdade: "Redução da desigualdade nos países e de país para país."

Objetivo 11- Cidades e comunidades sustentáveis: "O futuro que queremos inclui cidades que oferecem oportunidades para todos."

Objetivo 12- Consumo e produção sustentáveis: "O consumo e a produção sustentáveis visam "fazer mais e melhor com menos"."

Objetivo 13- Medidas de mudanças climáticas: "A luta contra o aquecimento global tornou-se uma parte inseparável para alcançar o desenvolvimento sustentável."

Objetivo 14- Vida aquática: "A gestão prudente de nossos oceanos e mares é vital para um futuro sustentável."

Objetivo 15- Vida terrestre: "O desmatamento e a desertificação representam grandes desafios para o desenvolvimento sustentável."

Objetivo 16- Paz, justiça e instituições eficazes: "Promover sociedades pacíficas e inclusivas, acesso à justiça para todos e fortalecer instituições responsáveis e eficazes em todos os níveis."

Objetivo 17- Parcerias para atingir metas: "Parcerias inclusivas baseadas em princípios e valores, uma visão comum e objetivos comuns são necessários."

Falamos um pouco no livro Balbúrdias na Quarentena sobre alguns desses objetivos. Dois exemplos: ao falar em pesquisas desenvolvidas na engenharia, na arquitetura e no design de interiores, com o intuito de encontrar soluções sustentáveis para construções e ambientes residenciais e públicos, estamos focando sobre "Indústria, inovação e infraestrutura" (objetivo 9); quando falamos sobre tentativas de despoluição de rios e mares, recuperação de florestas e redução do lixo diário, os focos são "Vida aquática e Vida terrestre" (objetivos  14 e 15).  

--------

 O Dia do Planeta Terra é comemorado no dia 22 de abril. Feliz Dia da Terra! 

--------

Nota: Este artigo foi republicado, um pouco resumido, em diversos sites e revistas, entre eles:

1) Viver Direito - Portal Jurídico Viver Direito

https://viverdireito.net/2021/04/22/dia-do-planeta-terra-e-preciso-promover-a-sustentabilidade/

2) Cento do Professorado Paulista - O Portal do Professor

https://www.cpp.org.br/informacao/ponto-vista/item/16744-dia-do-planeta-terra-e-preciso-promover-a-sustentabilidade

3) Revista Partes

https://www.partes.com.br/2021/04/22/dia-do-planeta-terra-e-preciso-promover-a-sustentabilidade/

4) Portal luso-brasileiro Splish Splash

https://www.portalsplishsplash.com/2021/04/dia-do-planeta-terra-e-preciso-promover.html

---------

O Artigo adaptado para publicação em outros sites:


Dia do Planeta Terra: é preciso promover a sustentabilidade

Por Luísa Nogueira*

Sensibilizar a sociedade para trabalhar a temática da sustentabilidade é algo que deve partir de todas as áreasNeste Dia do Planeta Terra, 22 de abrildata que representa a luta em defesa do meio ambiente, é necessário promover essa reflexão sobre a importância do planeta e o desenvolvimento de uma consciência ambiental.  Acredito que todos podem e devem promover essa conscientização. 


Somos mais de sete bilhões de pessoas em situações às mais diversas. Gente como a gente, porém vivendo em extremos desumanos. Extremos de pobreza, onde a fome, a falta de saneamento básico e a falta de conhecimentos elementares mata. Para ir a fundo sobre as questões sustentáveis basta pesquisar sobre os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).


Esses objetivos compõem a Agenda das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável de 2030. Agenda essa que leva em consideração as prioridades para a sustentabilidade dos países e trabalha questões relacionadas ao meio ambiente na sociedade civil e no setor privado. Esse alinhamento gerou um comprometimento de todas as nações para a erradicação da pobreza, o enfrentamento da desigualdade e o combate às mudanças climáticas.


Os ODS falam exatamente sobre as soluções que podem levar a um crescimento sadio, sem os extremos sociais e econômicos. Os dois principais  princípios da ODS são referentes ao combate da  pobreza e da fome. Nesse sentido, é preciso repensar o modo de encarar o consumismo, a degradação e a poluição ambiental, para que todos deixem de sofreas consequências climáticas advindas do modo desorganizado, desumano e inconsequente do mundo contemporâneo.


É preciso que todos os seres estejam em equilíbrio em relação uns aos outros.  Mas como alcançar esse equilíbrio? Através de uma consciência ecológica. Refletir e agir sobre questões sustentáveis e sensibilizar as pessoas sobre a importância da conservação do planeta, são pontos primordiais. Para isto é necessário que todos tenham um patamar de vida saudável; que empresas priorizem parcerias, repensem modos de produção com menos gastos e mais pesquisas para uma poluição zero; que organismos públicos e privados trabalhem com igualdade de direitos e de deveres. 

______


*Luísa Nogueira é mestra em Linguística Aplicada, autora dos livros "Acalanto: Sou pássaro e poesia", "Letras Falam" e do recém lançado "Balbúrdias na Quarentena". Neste último ela também fala sobre problemas e soluções para um desenvolvimento sustentável.

-----------

Meu muito obrigada a todos eles.

terça-feira, março 03, 2015

Natureza e Sociedade


Há muito nosso planeta pede que o olhemos com mais amor. De costas viradas, fazemos como se os seus problemas não fossem nossos. Sabemos, no entanto, que foram e são causados por nossas ações impensadas. Ações estas que invertem o duo racional/irracional, porque, na atual desordem ambiental, quais os seres que agem por ganância, destruindo a biodiversidade?  A poluição dos oceanos, principal responsável pela saúde de toda a terra, é um exemplo.

Encontros de países discutindo esse tema estão nas agendas internacionais; alertas de cientistas e ambientalistas são dados. Os chefes de estado, porém, pouco ou nada fazem. Podemos compreendê-los, não desculpá-los. Reagem de acordo com os interesses de fortes grupos empresariais, o que compromete não apenas o meio ambiente. O leque é bem mais abrangente, desde transportes coletivos, assistência sanitária-médica-educacional e todos os outros compromissos dos governos para com os cidadãos de seus países.

Sete bilhões de pessoas que aqui vivem já estão na linha limítrofe da capacidade populacional da terra. Este fato já seria suficiente para pararmos um pouco para pensar. Indo além, colocando na estatística os ‘outros seres’, constatamos que somos dezenas de bilhões respirando e retirando sua subsistência do solo em que vivem. Que uns aprendam com os outros, com humildade e amor. Só o amor vai nos trazer a mágica transformadora. Amor ao próximo, amor à natureza e amor a nós mesmos. O amor é altruísta, sabe abdicar, consegue deixar de lado os ismos – consumismo, egoísmo, fanatismo, partidarismo entre outros. Conciliar moradia com não desmatamento e olhar os que necessitam de um maior apoio, são duas das questões fundamentais para a sobrevivência da Terra; é também retribuir o amor que tão generosamente nos deu este planeta que nos acolhe.

 Amor inclui respeito e atenção. Com amor pode-se construir uma sociedade mais justa, desconstruindo princípios falhos. Com amor pode-se construir caráter, derrubando ganâncias. Só o amor poderá resgatar natureza e sociedade. Na prática, esse amor pode ser construído nas novas gerações através de disciplinas engajadas com os problemas sociais e ambientais; com exercícios práticos do cotidiano e com exemplos que levem crianças e adolescentes a comparações. Assim, a escola levará o educando a ser mais crítico, com um senso de cooperação mais desenvolvido e uma maior e mais humana visão de mundo.

.......

Fotos: Hortênsias.

.

segunda-feira, junho 25, 2012

Via Vida: Planeta Terra

Uma Nascente

Você sabia que o Planeta Terra...

  1. Tem mais ou menos 4,5 bilhões de anos?
  2. Há várias teorias para seu surgimento?
  3. Está a cerca de 150 milhões de quilômetros do Sol?
  4. Sua superfície é de 510,3 milhões de km²?
  5. Tem na composição de seu núcleo - a parte mais 'funda', interna - ferro e níquel, formando o núcleo sólido?
  6. A composição do núcleo líquido é a mesma do núcleo sólido, mas em estado líquido?
  7. É composto por 97% de água?
  8. Em seu subsolo há a metade do total de sua água doce?
  9. E que sua água doce é muitas vezes menor que a água salgada?

E também que...

segunda-feira, março 15, 2010

Via Natureza: Nosso Planeta Precisa de Você!



Nosso planeta há muito dá sinais de cansaço, desânimo, tristeza! Ele nos dizia: Estou doente! Façam algo por mim!  Nossos olhos permaneciam cegos e nossos ouvidos surdos. Agora ele está se enfurecendo. Cansou de pedir ajuda! Através da televisão, dos jornais e da internet, vimos 2010 começar com sangue e mortes. Foram várias tragédias quase simultâneas. No Brasil e em vários outros países a terra gritou. E continua gritando. São terremotos, maremotos e deslizamentos de terra cada vez mais intensos e gigantescos.  Como parar sua fúria antes que ele se destrua?

Ouvimos muito falar em 'fazer nossa parte', não é? Mas, o que estamos mesmo fazendo de concreto? Lendo, nos informando... Só isso basta? A fúria que estamos vendo diz que não! Esperar políticas mais engajadas? Quando elas virão? Depois que tudo estiver perdido?

Somos todos responsáveis pela saúde de nosso planeta. Vamos nos unir e nos dar as mãos para tentar amenizar sua dor? Que tal fazermos algo mais, conscientizando aqui e ali, tentando dar um destino menos poluente aos lixões, fazendo valer as leis já existentes para pessoas e empresas, fiscalizando, incentivando e empurrando os políticos para agirem com uma maior consciência em prol da vida? Antes que seja tarde, vamos agir? Como? Sua opinião e suas sugestões serão bem-vindas, porque a Terra pede e quer sua ajuda. Ela precisa de você!

Uma semana de reflexão! Aguardamos você, para que, juntos, possamos abraçar nosso belo planeta ainda azul e verde!

---------------------------

terça-feira, maio 13, 2008

Via Natureza: Torres e Antenas










A paisagem de nossas cidades e de nossas estradas está mudando. Ou melhor, mudou. Há torres por todos os lugares. No meio de uma bela paisagem, dessas de paraíso, com diversos tons de verde, o que aparece, surgindo do nada? Do nada? Não, não, surgido do dinheiro das vendas de milhões de celulares. As empresas se multiplicam na mesma proporção das aparelhinhos. Todo mundo tem um. Há até aqueles que fazem coleção. E o que dizer dos "chips"?

Como gostaria que os dados das pesquisas sobre aquecimento global fossem mais divulgados. E como as torres e as anteninhas dos celulares contribuem para isso.

Empresas e consumidores, vamos pensar mais na perpetuação da vida do planeta Terra? Se nosso planeta adoece, adoecemos juntos.

Não ao consumo exagerado. Não à poluição do meio ambiente. A vida em primeiro lugar. S.O.S. ao bom senso! A vida do planeta pede socorro. Help! Help!

--------------------------------------------------------